Laudo aponta contaminação

0
338

Foto:

Local está contaminado por ferro e chumbo

O laudo de avaliação de risco da área da antiga Usina de Compostagem da Vila Leopoldina, onde deverá ser construído o Parque Orlando Vilas Bôas, está pronto.
Segundo o documento, existem riscos toxicológicos à saúde humana para compostos carcinogênicos e não-carcinogênicos, acima dos valores limites de intervenção da Cetesb, Lista Holandesa e EAP, valendo para o solo superficial e água subterrânea.
O laudo recomenda nova sondagem para delimitação mais precisa da contaminação de compostos orgânicos e metais como chumbo e ferro. Por causa do índice de contaminação, o documento faz restrições ao uso da área até a execução de um Plano de Remediação, recomendado pelo documento, que inclui entre outras providências a remoção do solo.
Pelos perigos existentes de inalação, o laudo elaborado pela empresa GeoCompany, alerta que o acesso de futuros usuários do parque deve ser feito somente em ambiente aberto até os trabalhos de remediação da área.
Consultada sobre o laudo, a Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Serviços informa que o índice de contaminação existe, mas sem perigo à vida humana ao ar livre, como conclui o próprio documento.

COMPARTILHE
Próximo artigoPRESTIGIO

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA