Região vira cenário

0
397

Foto:

Padaria da Rua Aurélia foi escolhida para comercial de uma conhecida marca de iogurte

Pelo menos uma vez por semana, o bairro da Lapa se transforma em cenário favorito de cineastas e produtores para gravações de comerciais de televisão ou filmes.
Caminhões com equipamentos, tendas, luzes, e muita ação movimentaram a padaria Camille, chamando a atenção de quem passou pela esquina da Rua Aurélia com a Camilo, no final da noite da sexta-feira, 1, e início da madrugada de sábado. Era a gravação de mais um comercial para a televisão. Dessa vez a Bossa Nova Filmes fez da padaria de cenário para uma famosa marca de iogurte.

Ar interiorano

A filmagem mobilizou cerca de 60 profissionais. “Estávamos em busca de uma locação com ar meio interiorano e o bairro da Lapa atendeu a nossa necessidade”, explica o diretor de produção da Bossa Nova, Cássio Mattos, sobre a opção para o comercial que vai ao ar em dez dias.
Entre os ambientes utilizados por produtores está o principal cartão postal do bairro, o Mercado Municipal Lapa, que foi um dos cenários do longa-metragem “O contador de História”, produzido pela Medeiros Filmes.
O gravação teve figuração de 40 funcionários do mercado para contar a história de um rapaz e as fases de sua vida (infância, adolescência e adulta). A protagonista que estará na trama central será uma atriz francesa, Maria de Medeiros. Outros detalhes são guardados a sete chaves pela produtora e somente poderão ser conferidos no lançado previsto para 2009.

Construções dos anos 50

“Guerra dos vizinhos” foi outro filme rodado na Rua Sepetiba pela Andrade Produções. Segundo o produtor, Fernando Andrade, a história mostra o desentendimento entre famílias vizinhas. “A Rua Sepetiba foi escolhida para a locação por ter duas casas antigas, dos anos 50”. O filme mostra duas famílias daquela época, com três senhoras em casas vizinhas, que se desentendem porque uma das famílias resolve manter uma oficina e a outra fica irritada com o barulho, o cheiro de tinta e a poeira. É um paralelo com a situação dos atritos que acontecem entre vizinhos. O longa-metragem é uma comédia de costumes”.

COMPARTILHE
Próximo artigoPRESTIGIO

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA