Confirmada folia na Faustolo

0
419

Foto:

Comunidade, mais uma vez, sairá às ruas no Carnaval

A exemplo do que ocorreu em 2008, a
comunidade solta o grito de pré-Carnaval na região da Rua Faustolo
(entre as ruas Duílio e Crasso). Quem confirma a festa programada para
o sábado, 14, é o Conselho das Associações Amigos de Bairro da Região
da Lapa (Consabs). “Vamos ter samba, axé e também marchinhas (que serão
executadas pela Banda da Lapa), relembrando os carnavais de
antigamente”, afirma o presidente do Consabs, José Benedito Boneli
Morelli. “É uma ocasião para brincarmos o Carnaval em família, na rua,
uma tradição que queremos recuperar. Desta vez esperamos contar com o
apoio da subprefeitura”, acrescenta Boneli. Um dos fundadores do Bloco
“A Lapa Somos Nóis”, Décio Ferreira, presidente da Associação Amigos da
Lapa de Baixo, está animado com clima pré-carnavalesco. “Nosso bloco
estará na Faustolo”, garante Décio.
A festa comunitária conta com o envolvimento de várias entidades e do
bar Valadares, que reservou uma ala especial para convidados. O JG,
como sempre, apóia a iniciativa e já garantiu espaço numa das alas do
“A Lapa Somos Nóis”.

Sem preconceito

A primeira Escola de Samba gay de são Paulo, a Arco-Irís, completou um
ano de fundação, no último domingo, 25. Para festejar a data, a
diretoria realizou uma festa na Lapa. A comemoração teve muito samba,
churrasco e entrega de faixas a artistas e personalidades que trabalham
na noite GLS de São Paulo como Léo Áquila e Salete Campari.
A festa aconteceu no trecho da Rua do Curtume, esquina com a Guaicurus,
ao lado da subprefeitura da Lapa. Não foi por acaso. O endereço virou a
sede da Arco-Irís desde o ano passado, quando, segundo a diretora Suely
Gomes, a Prefeitura autorizou o uso da área pela entidade. “A escola
veio para a Lapa por que foi aqui que conseguimos um lugar para ensaiar
e reunir os componentes. Mas o preconceito é grande. Ainda temos
dificuldades para conseguir patrocínio. As empresas ainda têm medo de
patrocinar uma escola gay”. Mas ela esclarece: a escola não é só para
gays. “É aberta para toda a sociedade e muitas famílias assistem nossos
ensaios. O público vem de todas as regiões da cidade. A Mocidade Alegre
é a madrinha da Arco-Íris”.
Corrêa avisa que a Uesp (União das Escolas de Samba de São Paulo)
definiu o desfile da Arco-Irís para 2010 com o grupo de Acesso. “Mas
vamos desfilar em uma ala da Império Lapeano este ano e dia 15 de
fevereiro na Banda do Fuxico, no Largo do Arouche”. Todos os domingos,
a Escola ensaia na Rua do Curtume.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA