LAPA MUNDI

0
515

Fórum da Mulher
A Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres e a Subprefeitura Lapa realizam o Fórum Regional da Mulher na terça-feira, 9, a partir das 10h, no auditório da Rua Guaicurus, 1000. “Essa reunião é o primeiro momento para construção de políticas para a mulher aqui na Lapa. Nesse fórum vamos ouvir as lideranças femininas, empresárias, mães, todas as mulheres que quiserem participar do início desse processo”, explica a subprefeita Jackeline Morena de Oliveira. 

Mudança
Mais uma mudança na Subprefeitura. Dessa vez quem está limpando as gavetas é Mauro Caseri. Depois de ficar por cerca de um ano na Coordenação de Planejamento e Desenvolvimento Urbano da Subprefeitura, Mauro foi nomeado, na quarta-feira, 3 (publicado no Diário Oficial), para assessor de gabinete da Secretaria Municipal de Direitos Humanos. Só falta alguns detalhes burocrática para que ele tome posse do novo cargo. 

Reeleição 
O delegado aposentado da Polícia Federal, Hotelo Telles de Andrade é carioca, mas deu uma de mineiro. Quietinho ele foi reeleito para mais um mandato de quatro anos à frente da Associação Amigos da Lapa de Baixo (AALB).

Ouvidoria?
Convidado do Café com Política, o vereador e candidato à deputado estadual coronel Álvaro Camilo repudiou a iniciativa do Governo Municipal de criar uma nova ouvidoria para as polícias Militar e Civil. Na visão de Camilo, a atividade, que acompanha e apura supostos abusos dos agentes da lei, já ocorre nos departamentos da Ouvidoria das Polícias e também na Corregedoria da Polícia Militar. “É infundado o argumento que foi apresentado pelo Município de que as vítimas de agressões não confiam e sentem medo da atual Ouvidoria”, disse Camilo. “Isso é um desrespeito ao trabalho sério que é realizado”, ressaltou. Para o vereador, a Prefeitura precisa, sim, criar uma ouvidoria, só que para checar a demora nos serviços, como o 156, demora na emissão de licenças e alvarás de funcionamento, entre outros.

Reforma Política 
Muitos candidatos que participaram dos Cafés realizados pela Página Editora e Jornal da Gente, no Flores na Varanda, falaram da necessidade de reforma política. A oportunidade é a campanha que mais de 400 entidades realiza até domingo, 7 de setembro, para saber se a população é contra ou a favor de uma reforma do sistema político brasileiro, por meio da convocação de uma Assembleia Constituinte Exclusiva e Soberana. Para votar é preciso ter mais de 16 anos, acessar a urna virtual disponível no site oficial da campanha [http://plebiscitoconstituinte.org.br/]. Pelo endereço também é possível encontrar a lista dos locais onde votar de forma presencial.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA