Prefeito regional apresenta ações do Cidade Linda

0
1942

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Carlos Fernandes fala das ações realizadas na região pelo programa Cidade Linda

A Prefeitura Regional da Lapa realizou na quinta-feira (2) a reunião de zeladoria. Havia cerca de 30 presentes, além do prefeito regional Carlos Fernandes e o vereador Fabio Riva. Fernandes falou das ações realizadas na região da Lapa, tanto do programa Cidade Linda, com operações tapa-buraco, limpeza de bueiros, poda de árvores e limpeza de córregos, como dos trabalhos extraordinários após o temporal de quarta-feira (22), que contou com a remoção de 19 árvores. “Ainda temos muitas reclamações de poda de árvores, mas as ações continuam”, declara.

Uma moradora relatou problemas de varrição na Rua Coari. Ela afirma que a limpeza que é feita na Rua Barão do Bananal após a feira livre realizada no local não contempla as vias próximas e o lixo invade as calçadas dos moradores. Outra moradora relata que na Rua Caiubi galhos estão presos à fiação elétrica, provocando queda de energia em dias de chuva. Ela ainda chama atenção para a calçada de uma lanchonete na Rua Turiassú, que foi reformada com a aplicação de um piso bastante escorregadio que já provocou a queda de diversos pedestres.

Outros moradores de Perdizes citaram a ação para conter o pancadão na região da PUC. Gisela Scheinpflug, presidente da Associação Viva Perdizes, diz que moradores ficaram decepcionados com a atuação dos fiscais da força-tarefa, e que o caminhão que participou da operação de apreensão em comércios irregulares chegou e saiu vazio. “Vimos fiscais parados. Queremos acesso às informações das apreensões”, afirma. Carlos Fernandes afirma que a Prefeitura Regional cumpriu seu papel como órgão de fiscalização, autuando estabelecimentos que apresentaram irregularidades.

No final da reunião, o vereador Fabio Riva afirmou que equipes técnicas da Secretaria dos Transportes Metropolitanos e da CPTM devem se reunir por volta do dia 10 para discutir propostas para melhorar a passagem “toca da onça” que é alvo de depredações, alagamentos e palco para casos de roubo a pedestres.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA