Conselheiros do Cades discutem plantio de mudas

0
1195

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Conselheiros do Cades discutem projetos de arborização para região da Lapa

A reunião do Cades Lapa, realizada na terça-feira (16), foi intermediada pela engenheira agrônoma da prefeitura regional Cyra Malta e contou com a presença do chefe de gabinete Leandro Benko e da coordenadora de educação ambiental da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente Fernanda Campos.

Após a aprovação da ata da reunião passada, os conselheiros discutiram questões como a realização dos encontros em diferentes dias da semana para maior participação dos membros e a criação de grupos de trabalho para a discussão de temas específicos e encaminhamento de pautas.

Esteve presente o morador da Vila Ipojuca, Carlos Kauffman, voluntário do grupo Muda Mooca que ajudou a implementar o Muda Leopoldina, organização que promove o plantio de árvores e a educação ambiental. Ele convidou os presentes para a ação que vai acontecer no domingo (21), às 10h, em frente à Paróquia Nossa Senhora de Lourdes (Rua Brentano, 437) com plantio de mudas, oficina para crianças e retirada de berços das árvores já existentes. Cyra Malta falou da importância da escolha dos locais para esse tipo de ação. “Nem sempre o cidadão quer a árvore na frente da casa dele. Tem que ter um movimento sinérgico para escolher os locais do plantio”, afirma. Os conselheiros presentes votaram que a ação de plantio do Muda Leopoldina terá apoio oficial do Cades Lapa.

Outro tema discutido no encontro foi a adoção de praças por pessoas físicas e jurídicas. Com o decreto 57.583, de 23 de janeiro de 2017, foi instituído o Programa Adote Uma Praça, coordenado pela Secretaria Municipal das Prefeituras Regionais, com o objetivo de viabilizar ações do poder público e da sociedade civil para facilitar a manutenção e zeladoria de praças e áreas verdes da cidade com área de até 10 mil m². As pessoas físicas e jurídicas interessadas em adotar uma praça para promover serviços ou ações devem apresentar à Prefeitura Regional um requerimento contendo as propostas de manutenção, obras e serviços que pretendem realizar, seus respectivos valores, período de vigência da cooperação, e documentos como RG, CPF e comprovante de residência (para pessoas físicas) ou cópia do registro comercial da inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (para empresas). Recebido o requerimento, cabe à unidade competente da Prefeitura Regional avaliar a conveniência da proposta e, no prazo de cinco dias úteis, expedir um comunicado destinado a dar conhecimento público da proposta de cooperação, que deverá ser publicado no Diário Oficial da Cidade. A relação completa dos procedimentos está disponível no link http://legislacao.prefeitura.sp.gov.br/leis/decreto-57583-de-23-de-janeiro-de-2017.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA