Projeto de acessibilidade ainda não tem data de implantação

0
1407

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Tuca Munhoz da SPTrans prevê adaptação de calçadas e cultura de inclusão

O projeto Lapa 21 teve sua segunda reunião na terça-feira (16) no Tendal da Lapa. No encontro foram discutidas as propostas para tornar a região do Terminal da Lapa acessível para deficientes físicos, visuais, intelectuais e idosos.

O trecho da Rua Catão entre o terminal e a Biblioteca Mário Schenberg foi definido como o primeiro a ser adaptado, tanto para ampliar o acesso a um equipamento de cultura, como por ser o trajeto para o AMA Sorocabana e o Centro Especializado em Reabilitação.

Tuca Munhoz, assessor técnico da SPTrans, falou que a ideia é adaptar a via ainda em 2017, mas a data para começar as melhorias não foi definida. Munhoz explica que o objetivo, além das adaptações estruturais, é criar uma cultura de acessibilidade. “Queremos ampliar o conceito mais do que na estrutura física e arquitetônica, queremos criar valores. Se a gente conseguir fazer as coisas darem certo aqui na Lapa, tem potencial de grandeza para ser replicado em outros lugares”, afirma. Na região da Lapa apenas oito edificações receberam o selo de aprovação da Comissão Permanente de Acessibilidade. “Se fosse 80 em toda a região ainda seria pouco”, afirma Munhoz. O próximo encontro do projeto será realizado no dia 20 de junho, às 10h, no Tendal da Lapa (Rua Constança, 72).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA