População reclama do formato de audiência devolutiva do programa de metas

0
128

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Público critica ausência de demandas históricas da região no programa de metas

A Prefeitura Regional da Lapa recebeu a audiência pública com a devolutiva do Programa de Metas municipal na segunda-feira (31). No encontro também foi realizada uma apresentação da Proposta de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2018 e do Plano Plurianual de 2018 a 2021. À frente da reunião esteva Laura Mendes de Barros, da Controladoria Geral do Município, e Tácio Piacentini, da Coordenadoria de Planejamento da Secretaria da Fazenda. Carlos Fernandes participou da abertura da audiência, mas se ausentou para comparecer à outra reunião.

Cerca de 50 pessoas participaram e muitas foram críticas em relação ao andamento das apresentações: do Programa de Metas por ter sido apresentado de forma genérica, sem focar nos interesses da Lapa, e da Lei Orçamentária por conter explicações muito técnicas. Paulo Maluf, conselheiro participativo do Jaguaré, foi um dos que registraram sua insatisfação. “Colocamos no site, coisas que a comunidade quer e não consegui visualizar isso aqui, por exemplo, a construção de três novas UBSs. Não vi construção, vi reforma. O Hospital Sorocabana, que é uma promessa do próprio Doria de refazer o hospital, não consegui ver aqui. Vou ter que voltar para minha casa, colocar no site e esperar ser atendido? Eu estou em uma audiência de metas, gostaria de ver as metas”, declara.

A Prefeitura Regional da Lapa foi a segunda que mais recebeu sugestões da população, atrás apenas da Sé, com 1.627 contribuições dos moradores da região. Entre as demandas estão 1.100 matrículas em creches, internet de alta velocidade nas sete EMEFs da região, 181 unidades habitacionais, 3.251 imóveis que precisam passar por regularização fundiária e sete ações de zeladoria. As 39 audiências públicas da cidade contaram com a participação de 3.782 munícipes e um total de 23.953 sugestões válidas.

Entre os pedidos feitos na audiência devolutiva está a reabertura do Hospital Sorocabana, instalação de um Caps Álcool e Drogas, reforma do PS da Lapa, instalação de bancos e abrigo nos pontos de ônibus, contratação de equipe para UBSs, ampliação do programa Saúde da Família e implementação de equipamentos de esporte, cultura e lazer.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA