Falta de comunicação entre conselheiros é tema no CPM

0
88

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Conselheiros participativos e de saúde manifestam necessidade de diálogo

Na reunião do Conselho Participativo Municipal (CPM) da Lapa, realizada na quinta-feira (14), foi discutido o episódio em que o representante da OAB Lapa, Jairo Glikson, e o coordenador do CPM Lapa, Umberto Sarti, foram impedidos de fazer uma vistoria no PS da Lapa. Sarti apresentou o relatório técnico da empresa Kross Engenharia, solicitado pelo conselho gestor do PS, que motivou a visita.

Maria Isabel Cotovio, conselheira de saúde da UBS Parque da Lapa, afirma que o relatório foi entregue a todos os órgãos públicos relacionados ao PS. Ela relata que após a tentativa de visita, os conselheiros da unidade foram chamados na Supervisão de Saúde para explicar o ocorrido, e foram questionados se eles tinham encaminhado uma denúncia para as entidades. Disse ainda que na reunião com a supervisão “as arestas foram aparadas e que a luta pelo PS continua”. Ela manifestou na reunião do CPM que o caso poderia atrapalhar o trabalho desenvolvido pelos conselheiros, de estabelecer a comunicação com as entidades públicas. Já a conselheira Alexandra Swerts disse que Sarti e Glikson “podem não ter sido atendidos por estarem acompanhados pela imprensa”.

Os presentes falaram da necessidade de comunicação entre os conselheiros participativos e de saúde, para a realização de um trabalho conjunto em prol das melhorias nos equipamentos da região.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA