Doria faz visita surpresa ao PS

0
85

Foto: Divulgação

Divulgação
João Doria e Miriam Horta no PS da Lapa

O prefeito João Doria realizou uma visita surpresa ao Pronto Socorro da Lapa na quarta-feira (4) onde foi recebido pela diretora técnica da unidade Miriam Horta. Doria conversou com funcionários e pacientes, além de checar a estrutura do equipamento de saúde. “As instalações não são boas, há 50 anos que isso foi construído. A visita que fiz tem a reprovação em relação às instalações que são antigas, deterioradas, muito inadequadas para o atendimento à população de São Paulo. É um problema para ser resolvido”, avalia o prefeito.

Já em relação à equipe, os funcionários receberam elogios. “Na área da estrutura humana, tive uma boa impressão, sobretudo com o contingente feminino que é majoritário, com pessoas com muita boa vontade, interesse no atendimento”, diz. O prefeito confirmou a necessidade de fazer uma reforma completa no PS. “O que precisa melhorar aqui: ter mais macas, mais cadeiras de rodas e um equipamento de tomografia que é necessário. Vamos falar com o secretário da saúde a esse respeito e avaliar quando fazer uma reforma completa nesta unidade, neste PS do bairro da Lapa”, declara.

A necessidade de reformas estruturais é tema frequente de discussão no conselho gestor do PS da Lapa. As diversas denúncias levaram outras entidades, como a OAB – Lapa e o coordenador do Conselho Participativo Municipal da Lapa, Umberto Sarti, a realizar visitas à unidade e iniciar um diálogo com o conselho gestor em prol das melhorias do equipamento de saúde.

Resposta da Secretaria de Saúde

Com o episódio relatado no Jornal da Gente da semana passada (Edição 783), quando a redação foi impedida por uma assessora da coordenadoria de Saúde de participar de uma reunião no PS da Lapa, a Secretaria Municipal da Saúde enviou a seguinte nota: “A SMS esclarece que a visita realizada no último dia 25 ao Pronto Socorro da Lapa foi técnica, com a presença de representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Conselho Participativo e Gestor, Supervisão da Lapa, Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) e representantes da unidade. Todos foram atendidos e, conforme estava previsto, a visita ocorreu. Não houve qualquer comunicado prévio sobre a presença de jornalistas ou solicitação à Pasta para tal. Nem a CRS, nem a direção da Unidade e nem a Assessoria de Imprensa da Secretaria receberam qualquer solicitação referente ao assunto. Por este motivo, não foi autorizada a entrada da jornalista”.

A redação não solicitou autorização para o encontro porque a editora Maria Isabel Coelho havia sido convidada para a reunião, durante o encontro do conselho gestor que contou com a presença da supervisão do distrito de saúde Lapa/Pinheiros e da Associação Saúde da Família.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA