Mas não no meu quintal

0
461

Há uma curiosa expressão em inglês que resume bem a reação de alguns cidadãos quando um novo Centro Temporário de Acolhida (CTA) é construído no bairro. Chama-se “nimby” e significa “not in my backyard” – ou “não no meu quintal”.

Serve para ilustrar a reação negativa à construção de estações de metrô ou viadutos próximos de casa. Óbvio que precisamos de todos eles. Mas somos também egoístas por natureza, queremos que outros sejam prejudicados para que possamos apenas usufruir.

Para mim, que comecei a atuar na área social levando moradores de rua para dentro de casa, o “nimby” contra os albergues é ainda mais sem sentido. Bairros como a Lapa são escolhidos para abrigar um CTA porque concentram muitas pessoas em situação de rua.

Os Centros oferecem cama limpa, bagageiro, canil, refeições, banho quente e atividades socioeducativas para requalificar esse morador de rua e encaminhá-lo ao mercado de trabalho.

Enquanto a sociedade lutar para mandar o problema social para bem longe não seremos eficientes na inclusão. Por isso, o nosso modelo de gestão é convidar os mais necessitados a morarem em bairros nobres e a trabalharem em grandes empresas. Com isso, 1.400 pessoas foram empregadas pelo Programa Trabalho Novo.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA