Conselheiros participativos escolhem coordenadora

0
554

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Coordenação e secretaria que vão conduzir os trabalhos nos próximos seis meses

Na reunião do Conselho Participativo Municipal da Lapa, realizada na quarta-feira (7), os conselheiros votaram nos candidatos para os cargos de coordenação e secretaria, que irão comandar os trabalhos nos próximos seis meses. Duas conselheiras se candidataram ao cargo de coordenadora, Jacqueline Araújo e Vanessa Matarazzo, ambas representantes de Perdizes. Jacqueline foi escolhida como coordenadora, por 13 votos a 11. Os conselheiros discutiram se o cargo de coordenador adjunto deveria seguir a paridade, com votação de um candidato do sexo masculino, ou se seria seguido o regimento que delega a posição ao segundo mais votado. A última opção foi escolhida e Vanessa Matarazzo será a coordenadora adjunta. Para o cargo de secretário foi escolhido Antônio Zagato, de Perdizes, e Gisele Lopes, da Vila Leopoldina, como adjunta.

Também foi definida a comissão de ética, que deve conter um representante de cada distrito, um membro da coordenação e um conselheiro do segmento imigrante. Farão parte da comissão Gisele Lopes (coordenação), Elena Olaszek (imigrante), Alice Fabri (Jaguara), Umberto Sarti (Vila Leopoldina), Marli Meletti (Barra Funda), Marcelo de Souza (Jaguaré), Ricardo Martins (Lapa) e Pedro Nabuco (Perdizes).

Umberto Sarti, último coordenador do conselho passado entregou a Jacqueline um relatório com as listas de presenças e atividades realizadas em 2016 e 2017 para que a nova composição possa conhecer e dar continuidade nas demandas. A ex-conselheira Alexndra Swerts apontou que o relatório “gentilmente feito por Umberto e pela Vanessa” não era oficial, já que não foi aprovado pelo conselho. Umberto Sarti respondeu que todas as informações que constam no documento foram retiradas das atas das reuniões ordinárias e extraordinárias.

Na próxima reunião que será realizada no dia 7 de março os conselheiros vão definir os grupos de trabalho temáticos. Patrícia Saran, gerente de Participação Social da Diretoria de Gestão das Operações Urbanas, participou do início da reunião e solicitou aos conselheiros que definissem uma data para que a SPUrbanismo realizasse uma apresentação sobre a revisão da lei da Operação Urbana Consorciada Água Branca e do PIU Leopoldina. A conselheira Ros Mari Zenha (Lapa) pediu que fosse discutido também a revisão da Lei de Zoneamento, proposta pela Prefeitura e que está em discussão na Câmara Municipal. Dois ofícios foram apresentados pelos conselheiros, um destinado à Secretaria Municipal da Fazenda, elaborado por Umberto Sarti, que solicita informações sobre a locação de imóveis pela administração pública municipal na região da Lapa, com endereços, datas, valores e tempo de vigência dos contratos, e uma da Vanessa Matarazzo, que solicita que o prefeito regional da Lapa, Carlos Fernandes, apresente a prestação de contas da regional ao conselho.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA