PS da Lapa muda administração para ampliar recepção

0
275

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Reunião do conselho gestor do PS da Lapa realizada na quinta-feira (15)

O conselho gestor do PS da Lapa se reuniu na quinta-feira (15). Foi o primeiro encontro do grupo já nas novas instalações da administração. Segundo Fernando Pereira, gerente do PS, a unidade conseguiu reunir toda a administração em um só lugar, com exceção do RH, e com isso, o objetivo é ampliar a recepção, com o dobro de bancos do que tem hoje e banheiros com acessibilidade e fraldário. A conselheira Arlínea Botelho propõe a volta da comissão de obras no conselho para buscar parcerias e doações para a realização de melhorias no PS.

Ricardo Vieira, coordenador do serviço de odontologia do pronto-socorro, participou da reunião e falou das dificuldades em relação ao baixo número de profissionais. A unidade referência em estrutura e materiais, mas conta atualmente apenas com três dentistas plantonistas.

Miriam Horta, diretora técnica do PS, afirma que membros da Coordenadoria Regional de Saúde Oeste e da Supervisão Técnica de Saúde Oeste visitaram a unidade verificar a possibilidade de instalação de uma base regional do Samu. “Na última visita que foi antes das festas (de fim de ano) teve a conversa se os médicos do Samu seriam integrados ao do PS ou se ficariam separados em um espaço próprio, como é o caso da Rede Hora Certa. Mas ainda está muito nebuloso”, afirma.

Os conselheiros discutiram a necessidade de acompanhar as emendas parlamentares destinadas ao equipamento de saúde, para que recursos não sejam perdidos, e defendem cobrar a Coordenadoria Regional de Saúde Oeste para a execução dos valores. A conselheira Isabel Suzuki afirma ter ido ao Ministério Público onde foi informada que, apesar de entrar com as solicitações, o MP não tem poder de influência sobre os processos de emendas.

Com o fim do mandato dos conselheiros em abril, foi instituída a comissão eleitoral com Isabel Suzuki e Andrea Habinoski, do segmento usuário, Alexandra Santana, do segmento trabalhador, e João Rodrigues do segmento gestão.

O gerente Fernando Pereira também apresentou o planejamento do PS em 2018, com a implantação da tecnologia de telemedicina, em parceria com a Philips, organização da comissão de óbitos e do banco de dados, novo formato do grupo de humanização, melhoria do espaço de convivência da ala psiquiátrica em parceria com a FAU Social, finalização da transição da adminsitração e substituição do equipamento de PABX, com ampliação de linhas telefônicas. Sobre os casos de ouvidoria em janeiro, foram registradas 12 reclamações e dois elogios, com um aumento de solicitações enviadas pelo canal 156.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA