PS ainda não tem previsão para início de reforma

0
65

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Reunião do conselho gestor do pronto-socorro da Lapa

A ata de reforma de R$ 1,5 milhão prevista para o PS da Lapa ainda não teve avanços para a execução, segundo Miriam Horta, diretora técnica do PS, na reunião do conselho gestor realizada na quarta-feira (9). Representantes da Construtora Roy e da Secretaria Municipal de Serviços e Obras estiveram no equipamento no começo deste ano para verificar quais melhorias eram as mais urgentes, porém a Coordenadoria Regional de Saúde Oeste ainda não tem uma previsão para o início dos ajustes.

Sobre o projeto de telemedicina que será implantado no PS, o aparelho fornecido pela Philips já está no pronto-socorro, porém a diretoria do hospital fará uma reunião com os representantes da Philips para adequar o equipamento, no que diz respeito aos ajustes de TI (tecnologia da informação), para que o uso seja compatível às necessidades do PS. O aparelho auxiliará os médicos no diagnóstico e encaminhamento de pacientes com problemas cardíacos.

Na próxima semana, entre os dias 14 e 16, o PS recebe a semana da enfermagem, com diversas atividades e palestras. O conselho também discutiu as eleições para os novos conselheiros, prevista para o dia 23 de maio. Até o momento a unidade conta com seis candidatos do segmento usuário e cinco do segmento trabalhador, mas algumas pessoas ainda precisam regularizar os documentos para ter a candidatura deferida.

Fo questionado na reunião se os conselheiros poderiam buscar doações de cadeiras de rodas, já que atualmente o PS conta com apenas três unidades. Miriam Horta explicou que a vida útil das cadeiras no PS é muito curta, devido as constantes quebras e furtos. Também foi apresentada a produção do pronto-socorro em abril, com 13619 consultas realizadas.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA