ViVendo a cidade

0
189

Desde moleque, eu gosto de passear pela cidade, de ônibus, de carro, a pé, de bicicleta, enfim, gosto de ver a cidade crescendo e se modificando, transformando-se: sinto-a!

Os meus projetos mais divulgados promovem uma reflexão sobre como tratamos e como nos relacionamos com a cidade. No “Serviços Gerais”, saio pela cidade e conserto coisas que ninguém pensou em consertar, mas que incomodam a todos: brinquedos, faixas de pedestres, placas, tudo isso que vemos por aí, e que estão precisando de um retoque. Eu tento arrumar de uma maneira simples e com ferramentas básicas, isso para mostrar que estas pequenas manutenções estão acessíveis a todos.

Voando para outro lado, para mim os pássaros são uma espécie de termômetro da cidade: se eles estão por perto, ainda é possível viver aqui. Resolvi, então, colaborar para que eles se sintam mais “em casa”: reutilizando madeiras descartadas, faço casinhas para eles; já espalhei umas 200 unidades por São Paulo e, neste ano, pretendo chegar a umas 400. Vamos ver se consigo.

Acho que, o mais importante nisso tudo, é percebermos que temos uma cidade que pode ser muito bonita, agradável, segura, sim, dependemos do poder público, pois temos que correr atrás de outras coisas, mas nós também podemos participar dessa transformação!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA