Tendal na direção da Cultura

1
229

Nos idos de 1989, um grupo de artistas ocupou o espaço do entreposto de carnes da Lapa com uma lona de circo, montando ali a Fábrica de Sonhos, e essa ocupação acabou se concretizando no Tendal da Lapa. Desde a ocupação circense, muita coisa aconteceu, e o Tendal foi completamente abandonado pelas últimas gestões, se tornando decadente, com as estruturas físicas abaladas, ocupações desvirtuadas e uso inadequado que feriram a dignidade do espaço.

Ao assumir a SMC, o secretário André Sturm teve um olhar especial para o Tendal, transformando-o em um Centro Cultural e ampliando o atendimento à comunidade carente de atividades culturais gratuitas. Das 18 oficinas que aconteciam, passamos a ter 60, com um público que dobra quarteirão para se inscrever nas oficinas de canto, dança, violão, fotografia, circo, grafite, entre tantas outras.

Em nosso espaço, o público também pode prestigiar uma programação cultural elaborada, que conta com espetáculos cênicos nas quintas, música nas sextas e espetáculos infantis aos sábados. Também temos uma programação destinada para alunos de escolas da região e para a Terceira Idade.

O Tendal da Lapa mudou, agora atende uma média de 1.240 pessoas por semana, participando ativamente do fomento e da fruição, cumprindo seu papel como difusor cultural.

1 COMENTÁRIO

  1. Boa tarde,

    Gostaria de compartilhar com a vocês o tema de um projeto que temos a desenvolver no Programa Aprendizagem do Senac. O projeto seria uma Caminhada Cultural que tem por objetivo tornar conhecido o bairro da Lapa e suas muitas histórias.
    Por favor, caso vocês tenham mais materiais sobre Tendal da Lapa, poderiam compartilhar conosco e nos ajudar na elaboração e desenvolvimento desse projeto?

    Muito obrigada,
    Eliana Maria dos Santos

DEIXE UMA RESPOSTA