Folha em Branco

0
1381

A fala do subprefeito da Lapa Leo Santos durante a audiência pública do PIU Vila Leopoldina/Villa-Lobos, ao que tudo indica a última realizada antes do projeto ser enviado à Câmara, envolveu a comparação interessante do bairro a uma folha em branco, que pode e deve ser desenhada por todos os envolvidos com a região.

De fato o bairro tem tudo para, daqui alguns anos, se tornar semelhante ao entorno da Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini, com grandes centros comerciais, prédios residenciais e adensamento populacional, ampliado ainda mais pela possível saída da Ceagesp.

Esse conceito de construção urbanística, de ter uma “folha em branco”, não é muito comum. Geralmente o poder público lida mais com as consequências históricas do crescimento e urbanização desorganizados do que com o planejamento de algo que levará anos para ser concretizado e transformará uma determinada localidade. Por isso que é tão importante a participação da população, especialmente de quem vai ser diretamente afetado pelo projeto, para que tudo suceda da melhor forma possível.

Participação também é a palavra de ordem quando o assunto é o meio ambiente. Essa semana foi realizada a eleição do Cades (Conselho Regional de Meio Ambiente Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz) da Lapa. Composto por membros da prefeitura e da comunidade, o grupo tem como objetivo discutir e promover ações que estão diretamente ligadas à qualidade de vida da população, com a realização de plantios, campanhas de reciclagem, entre outros.

O SAC da prefeitura está sempre lotado com pedidos de poda e remoção de árvores, bem como são frequentes as postagens em mídias sociais e grupos de WhatsApp sobre o perigo iminente da queda de exemplares ou a inconveniência de ficar sem energia elétrica por conta de galhos que afetam a rede. Mais do que reclamar por ser prejudicada, a população pode e deve participar das reuniões do conselho, onde é apresentada a estrutura que a prefeitura dispõe, quais os critérios utilizados para uma árvore se enquadrar ou não para a remoção, entre tantas outras questões. Essa eleição do Cades teve um número de candidatos considerável, assim como eleitores. É desejado que essa mobilização permaneça durante todo o ano para buscar melhorias e aproximar a população da administração regional.

Seja para a construção em uma folha em branco ou para a ressignificação do que já existe, com a busca de mais áreas de permeabilidade, descarte correto de entulho, reciclagem e planejamento de podas, participar é a forma de conquistar mais qualidade de vida para todos nós.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA