Moradores cobram remoção de mato em vielas

0
687

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Viela na Rua Bárbara Heliodora

As vielas da Vila Romana são bastante utilizadas por pedestres que caminham em direção às suas casas ou trabalho, seja por diminuir a distância ou porque evitam o caminho que passa por ruas mais íngremes.

Moradores relatam que duas vielas requerem uma atenção extra de zeladoria. Uma está localizada na Rua Armando Brussolo, próxima ao número 185, que precisa de corte do mato, já que em um trecho o caminho fica estreito por causa da vegetação. “Passa muita gente aqui e nós queríamos que a viela fosse pavimentada. Aí não teria mais o problema do mato, mas por enquanto só fazem os remendos onde está rachado, sem pavimentar”, afirma Cleide de Araújo, que sempre morou na viela.

Já seu vizinho da Rua Armando Brussolo, Pedro Zanella, informa uma situação mais preocupante. “Embaixo da viela existe uma galeria para escoamento da água da chuva. Deve ter ocorrido uma movimentação de terra e os tubos da galeria que são encaixados devem estar com vazamento. Percebemos rachaduras dentro de casa e no muro. Fizemos reparos e reforçamos a base do muro. Em novembro a Sabesp e a Defesa Civil vieram aqui. A Sabesp realizou uma medição e, da sua parte estava tudo certo. Quando aparecem rachaduras eles vêm e fazem reparos ao invés de investigar”, relata. Os moradores afirmam que as galerias embaixo da viela foram feitas na década de 70.

A 180 metros, outra viela também precisa do corte de mato, com uma necessidade menor já que um vizinho contratou um serviço particular de jardinagem para o local há poucos meses. Ao final da viela, na Rua Bárbara Heliodora, uma boca de lobo entupida estava com água acumulada há vinte dias.

Informada das necessidades, a Subprefeitura Lapa afirma que os serviços de corte de mato já entraram na programação e a limpeza da boca de lobo foi realizada na quinta-feira (28). Quanto à questão do vazamento na galeria, a supervisão técnica de manutenção enviará uma equipe para vistoriar a necessidade de uma intervenção.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA