Tendal recebe doações em sistema de drive-thru para apoiar campanha

0
296

Foto: Divulgação

Divulgação
Grupo doou 31 cestas no Tendal da Lapa em memória do amigo que faleceu em dezembro de 2019. (Aliança André Mascia)

A Prefeitura lançou na terça-feira (7) o programa Cidade Solidária, projeto que une a administração municipal e entidades da sociedade civil para ajudar as famílias em situação de extrema vulnerabilidade enquadradas no grupo prioritário da Estratégia Saúde da Família (ESF), durante a situação de emergência e o estado de calamidade pública decorrentes da pandemia do coronavírus.

Entre as entidades participantes estão Fundação Tide Setúbal, Ação Educativa, Instituto Alana, Itaú, Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), Instituto Acaia, WRI, União dos Movimentos de Moradia, União dos Movimentos de Cortiço, Movimento Terra de Deus, Terra de Todos, Todos pela Educação e Cruz Vermelha.

Na primeira etapa do programa, a população poderá doar cestas de alimentos, de higiene e de limpeza que devem ser destinadas a oito pontos de coleta, por meio de um sistema de drive-thru solidário. Um desses pontos é o Tendal da Lapa, sendo que as doações poderão ser entregues na entrada da Rua Constança, 72, de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h. As cestas devem ser compostas pelos itens indicados nas tabelas.

Cesta de Alimentos
2 pacotes de leite em pó integral de 400g cada
5 kg de arroz agulhinha
1 kg de feijão carioquinha
1,5 kg de farinha de mandioca branca
1 kg de açúcar refinado
900 ml de óleo de soja
1 kg de sal
1 pacote de macarrão tipo espaguete
1 caixa de polpa ou purê de tomate
2 latas de sardinha em óleo comestível

 

Cesta de Higiene
Sabonete
Escova dental
Creme dental
Absorvente higiênico
Papel higiênico

 

Cesta de limpeza
Água sanitária
Detergente em pó
Desinfetante
Esponja multiuso

 

Doações em dinheiro, em qualquer valor, também poderão ser feitas na conta do Banco do Brasil, PMSP/SMDU-Cidade Solidária, CNPJ: 46.395.000/0001-39, Agência 1897-X, C/C 2020-6, com destinação exclusiva para aquisição destas cestas e complementação de renda às famílias vulneráveis.

A ação conta com o suporte de diversas secretarias municipais, entre elas, Assistência e Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Cidadania, Saúde, Desenvolvimento Urbano, Cultura, Habitação, Pessoa com Deficiência, Desenvolvimento Econômico e Trabalho. “Muito mais que uma ação pública, trata-se de uma ação em parceria com a sociedade civil, várias ONGs e entidades que já faziam esse trabalho e que agora se unem à Prefeitura de São Paulo para atingir um número muito maior de pessoas carentes na cidade”, afirmou o prefeito Bruno Covas no lançamento da campanha. “Os beneficiários serão idosos com mais de 60 anos, pessoas com doenças pré-existentes, pessoas com deficiência e suas famílias, e famílias em vulnerabilidade com foco nas ocupações (favelas e cortiços)”, completou o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano Fernando Chucre.
As informações sobre como doar e o endereço de outros pontos de coleta estão disponíveis no site spcidadesolidaria.org e no 156 da Prefeitura.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA