Bandeirante quer sócios

0
355

A Sociedade Beneficente Bandeirante do Alto da Lapa, que completou 70 anos em fevereiro, é um dos ícones da Vila Leopoldina. Com sede própria na Rua Guaipá, o clube nasceu da iniciativa de ferroviários da antiga São Paulo Railway e dos operários do frigorífico Armour. “Nos tempos áureos, década de 50, o clube chegou a ter mais de três mil associados. Hoje, tem 40 sócios, dos quais poucos freqüentam o salão”, lamenta Attilio Baltresca, tesoureiro durante 19 anos e um dos mais antigos sócios da Bandeirante. Ele também é o único entre 10 conselheiros perpétuos que ainda está vivo.
Segundo ele, a história começou em 1º de fevereiro de 1933 com a doação de um terreno por Anísio e Manoel Cunha, que viriam a ser os pioneiros da Sociedade. No local, seriam construídos um hospital, uma farmácia e um clube privado. Foi levantada apenas a sede, que teve cinco médicos para atender os associados. “Além disso, o objetivo da Bandeirante é conceder um auxílio funerário e pecuniário para sócios acima de 70 anos, mas atualmente não existem recursos”, conta o presidente Clodoaldo Henrique de Oliveira, reclamando que poucos querem ajudar a entidade.
Para mudar esta situação, os membros da diretoria, no comando da sociedade desde 1987, mudarão o estatuto da Bandeirante para conseguir mais sócios e reerguer o clube, vivendo apenas do aluguel do salão para festas, locação de parte do terreno para duas empresas e o estacionamento.
Quem quiser conhecer a Sociedade Beneficente Bandeirante do Alto da Lapa pode entrar em contato com o diretor José Duarte pelo telefone 3834-3415 e com Clodoaldo de Oliveira no número 3831-8430.
Na próxima quinta-feira, dia 28 de agosto, o Conselho Comunitário de Segurança da Vila Leopoldina (Conseg) realiza a sua primeira reunião aberta com a comunidade, a partir das 19h30, na Sociedade Beneficente Bandeirante. No encontro, será apresentada a nova diretoria, que tratará do plano de trabalho para o período e iniciará a discussão sobre a deterioração urbana da Avenida Imperatriz Leopoldina. Informações pelo telefone 3644-6439, com o presidente do Conseg-Vila Leopoldina, Lito Canga. A Bandeirante fica na Rua Guaipá, 824.

COMPARTILHE
Próximo artigoPRESTIGIO

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA