Rotary Lapa na luta contra a pólio

0
802

O Rotary Club de São Paulo – Lapa iniciou uma grande campanha para ajudar na erradicação da poliomielite no mundo. Este é um compromisso da Fundação Rotária que, com países patrocinadores e agências internacionais, pretende arrecadar 725 milhões de dólares, do 1 bilhão de dólares necessários para a promoção de “Dias Nacionais de Imunização”, realização de campanhas de reforços em domicílios e fortalecimento de programas de vigilância. Os 275 milhões de dólares restantes estão a cargo de setores públicos e privados.
Para colaborar nesta cruzada, o Rotary Lapa optou por vendas de selos. O objetivo é envolver não só os rotarianos como toda a comunidade. No Brasil, a pólio está erradicada, mas enquanto houver uma única criança contaminada em qualquer lugar do mundo, toda a infância do planeta corre risco, pois o vírus não conhece fronteiras. Um bom exemplo disso é a pneumonia atípica, que surgiu na Ásia e já começa a provocar temores no Brasil.
O presidente do Rotary Lapa, Amilton Medeiros Silva, está empenhado de corpo e alma nesta campanha. Para ele, é imprescindível um trabalho que ultrapasse os limites do mundo rotário. Por este motivo, além de envolver os associados de seu clube, está conclamando a participação de todos nesta luta. Para isso, está se colocando à disposição de todos os interessados em conhecer mais profundamente a campanha e os trabalhos realizados pelo Rotary Club de São Paulo – Lapa. “Quem quiser pode ligar para o telefone 4448-1088 ou para o meu celular 99423948, que estarei totalmente à disposição para qualquer esclarecimento”, garante.
Além desta campanha do Rotary, outra medida merece destaque entre os acontecimentos no bairro durante esta semana. A doação de R$ 50 mil para a reforma da Delegacia Participativa feita pela Editora Três é um fato marcante, pois mostra que a empresa tem clara consciência de que é preciso investir na região onde fincou suas raízes. Esta é uma prática até certo ponto comum em países desenvolvidos, onde a maioria dos empresários sabe que é preciso realizar ações sociais para a comunidade. Esperamos que este ato possa incentivar outras empresas a contribuir não para esta causa, mas por muitas outras em andamento na região. Ajudar a comunidade na luta por melhorias no bairro é sempre motivo de júbilo. É como disse a advogada Lucimara Ferro Melhado, que representou a Editora Três na entrega da doação: “A editora se sente orgulhosa de fazer esta contribuição social para o bairro”.

COMPARTILHE
Próximo artigoPRESTIGIO

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA