Liberdade é lema de|morador na melhor idade

0
643

Foto:

Antiguidades como a Zündapp 1953 são conservadas por José Carlos Caldeira

Amante da liberdade, o morador do Alto da Lapa José Carlos Caldeira tem muitas histórias para contar. A casa onde mora mostra bem seu estilo de vida. Um barco a vela enfeita a entrada da sala, mas não se trata apenas de uma peça de decoração. Caldeira relembra no nautimodelismo o tempo em que velejava. “Eu velejei na inauguração de Brasília, na regata do Lago Paranoá”, recorda ele. “Hoje controlo o barco por rádio”, brinca Caldeira, ao falar sobre seu hobby.
A sensação de liberdade faz parte do seu dia a dia. Desde que se casou e mudou de Perdizes para a Lapa, em 1950, ele iniciou uma coleção de motocicletas. “Foi nesta época que começou minha paixão por motos. Antes meu pai não deixava, por isso, só depois que casei é que comecei a andar de motocicleta”.
Sócio fundador da Veteran Motocicle Club do Brasil, Caldeira não pensou duas vezes: divulgou a idéia aos amigos e com cerca de 20 motociclistas fundou o Veteran lá pelos idos de 1979. Dos antigos sócios fundadores, somente ele e o Paulo Vanucci ainda estão na ativa. Os demais ou se foram ou perderam o gosto pelas antiguidades, mas esses deram lugar a novos sócios que se juntaram aos veteranos do clube.
Aos 85 anos Caldeira continua a viajar nas relíquias de duas rodas que se atreve a conservar. “Sou motociclista e mecânico”, diz o morador do Alto da Lapa que coleciona 16 motocicletas. A mais antiga é uma Triumph 1925 – 500 cilindradas e a mais novas uma MZ 250 – 1977. O colecionador também tem uma Yamaha 1969 e uma Zündapp, alemã, 1953. “Meu filho também gosta, às vezes ele me acompanha nas viagens”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA