Coletivo busca financiamento para projeto ambiental em escola

0
12206

Foto: Divulgação

Divulgação
O projeto tem o objetivo de criar desde a infância uma consciência sobre sustentabilidade

O coletivo Organicidade, a Morada da Floresta e o Instituto Sincronicidade buscam recursos em plataforma de financiamento na internet para desenvolver o projeto de Educação Ambiental no Centro de Educação Infantil (CEI) Jamir Dagir, da Vila Ipojuca.

A proposta é desenvolvida em parceria com a escola. Os coletivos foram procurados pela CEI em busca de apoio técnico para tornar a unidade municipal um exemplo de práticas sustentáveis. Gabriela Ribeiro Arakaki do Organicidade conta que foi assim que surgiu a oportunidade de implementar a proposta voltada para a educação ambiental que envolve professores e alunos em ações sustentáveis.
O grupo criou uma página no site de financiamento coletivo Catarse com a meta de captar R$ 14.300,00, para implantação de todas as fases do projeto na escola. O valor das doações até sexta-feira (19) chegava a R$ 5.570,00. Como a proposta fica no site por tempo limitado (40 dias) faltam pouco mais de 20 dias para acabar o prazo.

O valor arrecadado será aplicado no treinamento de professores, a aquisição dos materiais necessários e os encontros educativos com os alunos. “A proposta é possibilitar que as crianças de zero a três anos se desenvolvam de forma livre por meio do contato direto com a natureza além de criar espaços educadores sustentáveis, implementar boas práticas como a compostagem de 100% dos resíduos orgânicos da escola e disseminar as iniciativas a toda comunidade escolar por meio de parcerias”, explica Gabriela.

O Instituto Sincronicidade vai gerenciar os recursos do financiamento, a Morada da Floresta fica com a parte técnica das oficinas e o Instituto Organicidade também trabalha a educação ambiental nas oficinas. Os trabalhos já começaram.
Para saber mais ou contribuir para o projeto, basta acessar o site do Catarse.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA