Marta e Matarazzo visitam JG e marcam À Mesa para dia 15

0
2169

Foto: Consuelo Fernandez

Consuelo Fernandez
Marta Suplicy se compromete a participar do À Mesa com Empresários

Em campanha para prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy (PMDB) e seu vice Andrea Matarazzo (PSD) visitaram a redação do Jornal da Gente na manhã de terça-feira, 6. Eles falaram dos problemas da Cidade e acertaram com o diretor da Página e Jornal da Gente, Ubirajara de Oliveira, a data de 15 de setembro para participarem do À Mesa com Empresários.

Dessa vez o evento será no Areópago Eventos (Rua Clélia, 910) com o serviço do Buffet Casablanca Gastronomia. O À Mesa com Empresários é um encontro que reúne lideranças comunitárias e empreendedores da região para conversar com os candidatos a prefeitura sobre os problemas da Cidade com foco na região. O À Mesa é um evento em formato de palestra-almoço para convidados.
Durante sua visita à redação, a candidata dedicou o encontro com o diretor Ubirajara de Oliveira e a equipe do Jornal da Gente e Página Editora para tratar de questões locais.

Sorocabana – Antes de chegar à redação, Marta passou pelo Hospital Sorocabana e falou do seu compromisso com a área da saúde e reabertura do hospital. Para Marta, é preciso eleger prioridades na gestão da cidade. “Se você tem prioridades, você consegue (fazer as coisas). (Quando fui prefeita) Eu trabalhava com R$ 13 bilhões, ele (Haddad) trabalha com R$ 54 bilhões. Nos dias de hoje (os R$ 13 bilhões) seriam R$ 30 bilhões, ele trabalha com R$ 24 bilhões a mais. Eu penso aonde vão esses R$ 24 bilhões a mais? Não tem legado”.

Ciclovias – Sobre as ciclovias, a candidata critica a falta de diálogo com a população e o caráter de imprevisto na implantação. Sua proposta é reavaliar os trechos e ampliar a funcionalidade das vias. “Já está feito, então vamos ver o que fica”, disse Marta.

Subprefeitura – Marta destacou a necessidade de descentralizar os recursos da Prefeitura e aumentar a autonomia das subprefeituras. “Em uma cidade do tamanho de São Paulo, precisa escolher bem o subprefeito, dar recursos e cobrar dele (resultados)”, declarou a senadora ao se revelar contrária às eleições para subprefeito. “Isso impossibilitaria a mudança de uma pessoa que não fizesse uma boa gestão”.

Braços Abertos – Marta também criticou o programa “De Braços Abertos” implantado na Cidade pelo prefeito Haddad para a reabilitação de usuários de drogas. “O (programa) Braços Abertos não funciona. Vamos ter que paulatinamente desativar tudo aquilo. Não pode ser uma coisa rápida e deixar as pessoas do jeito que estão, mas vamos potencializar as instituições que já trabalham nessa área (para recuperação dos dependentes químicos e reintegração na família)”, disse a candidata. Seu vice Andrea Matarazzo completou: não vamos deixar a (Vila) Leopoldina virar uma cracolândia.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA