Futura secretária quer mudanças nas regras dos albergues

0
1434

Foto: Divulgação

Divulgação
Soninha quer melhorar acesso aos albergues

A futura secretária de Desenvolvimento Social, Soninha Francine quer provocar mudanças no modelo de acolhimento dos albergues para atrair aqueles que rejeitam o abrigo municipal, diminuindo a presença de moradores nas ruas. “A gente precisa rever o modelo de acolhimento baseado nos albergues, que é questionável. Temos horários rigorosos. Se o cara trabalha até 22h, ele pode ser impedido de entrar. Se quer entrar antes das 16h, também. Só rever essas regras já fará o acesso aos albergues parecer menos como um quartel, um presídio. De imediato, podemos melhorar a vida das pessoas de hoje para amanhã se tivermos lugares para elas tomarem banho, lavarem roupa, guardarem pertences. Isso é fácil de oferecer e a gente vai providenciar o quanto antes”, declarou após ser anunciada como a secretária da gestão de João Doria.

Com relação às cracolândias, Soninha acredita que é preciso garantir  que todos (moradores de rua/dependentes químicos) tenham acesso ao tratamento, conforme as características de cada um. “Não acredito em atendimento em saúde que não tenha diagnóstico individualizado. Você não pode garantir estadia só para 500 inscritos no De Braços Abertos e deixar milhares de fora”. Para ela, existem aspectos do programa municipal de Fernando Haddad que nunca foram exclusivos do De Braços Abertos, que têm que continuar, e especificidades que precisam ser revistas.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA