Subprefeito faz prestação de contas na reunião de zeladoria

0
3366

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
José Antonio Queija demonstrou os valores gastos com obras da subprefeitura

O subprefeito José Antonio Queija realizou a última reunião de zeladoria da Subprefeitura Lapa do ano, na quinta-feira, 1. Além de responder às solicitações da população sobre o encontro de novembro, o subprefeito apresentou um balanço das ações realizadas pela Subprefeitura e o orçamento gasto durante sua gestão. Queija falou sobre os recursos destinados às obras na túnel Toca da Onça, no valor de R$ 149.999,17, e a passagem da Rua Doze de Outubro, no valor de R$149.958,47.

Segundo ele, a da Doze não foi paga pelo fato da empresa contratada (a Massafera) não ter realizado o serviço dentro so prazo. Serviços gerais de reformas, reparações, instalação de equipamentos de ginástica e playgrounds foram feitos em ruas e praças, como por exemplo, a implantação de quadra poliesportiva na Praça Cyla Remundini (R$ 98.189,99). O orçamento de 2016 da Subprefeitura Lapa contou com R$ 37.541.505, do total R$ 13.147.000 foram destinados ao pagamento de funcionários, atuais e aposentados. Já os vereadores destinaram através de emendas um valor de R$ 5.699.745,30 para a Subprefeitura, porém os recursos não foram liberados pela prefeitura, o chamado “congelamento”.

Queija afirma que teve obras já licitadas que não foram autorizadas pela prefeitura. O subprefeito que contava com uma equipe de poda e afirma que a próxima gestão terá quatro, além do grupo responsável pelo corte de grama. A administração da sede da Subprefeitura Lapa custou R$ 2.315.406,21 e as ações de zeladoria, R$ 13.758.378,42, dos quais cerca de R$ 3 milhões foram destinados para poda e remoção de árvores, e R$ 2 milhões para serviço de tapa buraco, entre outras atividades.

Após a apresentação, o presidente do Conseg Vila Leopoldina, Jairo Glikson elogiou a atuação do subprefeito José Antonio Queija: “De todos os subprefeitos que acompanhei, sua gestão foi a melhor de todas, marcada pela participação da comunidade. Foi a única subprefeitura que teve reunião de zeladoria”, afirma. A reunião foi implantada por Victor Perina, chefe de gabinete da gestão Ricardo Pradas, em 2013.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA