Último jogo da Chapecoense foi na arena do Palmeiras

0
2676

Foto: Maria Isabel Coelho

Maria Isabel Coelho
Arena Allianz Parque e ruas da região ficaram lotadas durante jogo vitorioso do Palmeiras

O domingo foi de comemoração para o Palmeiras que venceu a Chapecoense, antecipando a final do Campeonato Brasileiro e o título de campeão. Mesmo com o início do jogo, ambulantes e torcedores sem ingresso permaneceram pelas ruas. A presidente da Associação Amigos da Vila Pompeia, Maria Antonietta de Lima e Silva conta que os fogos começaram as 6h da manhã e seguiram durante o dia e noite. “Os moradores reclamam da baderna e da sujeira que fica pelas ruas. Quase ficamos surdos”, diz a moradora da região. Segundo a CET, a maior dificuldade foi o elevado número de torcedores que acompanhou o jogo nas imediações do estádio (estimado entre 30 e 40 mil pessoas) que somado aos torcedores que ingressaram na Arena Allianz Parque (40.986 pessoas), gerou a necessidade de ampliação dos bloqueios viários.

A Subprefeitura Lapa informa que desenvolve ações para minimizar os transtornos à população no entorno da arena. Segundo o órgão, as equipes intensificaram a fiscalização no dia do jogo: foram cerca de 28 apreensões, entre materiais como água, bebidas alcoólicas, artigos esportivos, caixas de isopor, carrinhos de ferro, entre outros. As equipes de limpeza trabalharam das 17h do dia 27 até as 15h do dia 28. No total foram removidas 17,34 toneladas de resíduos, utilizados 162 m³ de água de reuso, além de 350 litros de desinfetante.

Força Cape – O time Chapecoense perdeu para o Palmeiras por 1 x 0. A disputa foi o último jogo da equipe de Chapecó que embarcou para sua primeira disputa internacional, na Copa Sul-Americana, em Medellín. O avião que levava a equipe técnica, jogadores e jornalistas caiu e a maior parte dos ocupantes da aeronave morreram. O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre demorou a acreditar no que tinha acontecido. Ele viu pela TV a notícia da tragédia quando deixava o Palmeiras. Nobre lembrou que no domingo (27), antes dos dois times se enfrentarem, almoçou com diretores do clube catarinense.

Em nota, a Sociedade Esportiva Palmeiras lamentou a tragédia ocorrida com a delegação da Chapecoense na manhã desta terça-feira (29). “Tivemos a honra de receber a equipe coirmã em nosso estádio no último domingo (27), e o jogo foi disputado em completo clima de respeito, profissionalismo e lealdade. Não à toa, quando o ônibus do time catarinense deixava o Allianz Parque, os representantes da Chape foram aplaudidos e incentivados pela torcida palmeirense rumo ao título da Copa Sul-Americana. Lamentamos também a morte de dirigentes, jornalistas, tripulação e demais passageiros. Nossa eterna gratidão aos profissionais que trabalharam no Palmeiras e honraram a camisa durante todo o tempo em que estiveram conosco. Caio Júnior, Josimar, Ananias e Mário Sérgio Pontes de Paiva estarão para sempre em nossas memórias. Nossos profundos sentimentos a todos familiares e amigos”, diz a nota divulgada pelo clube alviverde em sua página na internet.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA