Conselho Leopoldina discute problemas do bairro

0
2264

Foto: Marcia Macedo

Marcia Macedo
Participantes apresentaram várias demandas durante a reunião

A reunião mensal do Conselho Comunitário de Segurança da Vila Leopoldina realizada na terça-feira, 31, e reuniu cerca de 70 participantes. Fizeram parte da mesa, o presidente do Conseg Jairo Glikson, o prefeito regional da Lapa, Carlos Fernandes, o comandante da 2ª Cia. do 4º BPM, capitão Antonio Gustavo Rivoiro, a delegada do 91º DP, Maria Jurema Brandão Ricci, e o vice-presidente do Conseg Lapa, José Trindade Célis.

A partir da visita ao Copom (Centro de Operações da Polícia Militar), o capitão Rivoiro conseguiu uma senha pessoal para acessar o sistema de monitoramento. Agora ele pretende que os demais policiais da companhia também possam visualizar essas imagens.

A diretora da Assampalba (Associação de Amigos e Moradores pela Preservação do Alto da Lapa e Bela Aliança), Carla Banietti falou dos resultados do Programa Vigilância Solidária e sobre a colocação das placas nas residências participantes, com o objetivo de intimidar suspeitos.

Os moradores ainda reclamaram da iluminação precária no Viaduto Mofarrej, do aumento de furtos no Jardim Humaitá e também presença de usuários de drogas. Mesmo intensificando o policiamento, o capitão disse que é necessário implantar um trabalho de social e de saúde pública.

Outra preocupação é aumento de barracas de moradores de rua na Gastão Vidigal. A Prefeitura Regional já programou um mutirão de limpeza neste sábado, 4. A equipe técnica de Assistência Social está elaborando projeto para agir com uma abordagem humanizada”

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA