Grupo de mães lança campanha “Doe Dignidade”

0
997

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Carla Banietti apresenta campanha em prol de doações para entidades da região

A diretora do Conseg Leopoldina, Carla Banietti e membro do grupo Mães da Leopoldina apresentou a Campanha “Doe Dignidade” na reunião mensal do Conseg Leopoldina.

A iniciativa tem como objetivo conscientizar as pessoas a não fazer doações nas ruas. “O ato de doar nas ruas colabora para a permanência das pessoas na mendicância e cria a ilusão de que é possível viver assim, sem dignidade. Ajude essas famílias a ter a orientação necessária em entidades filantrópicas sérias”, disse Carla. “Passei 50 minutos dentro da Droga Raia da Carlos Weber e vi gente dando dinheiro e comprando fraldas para doar para as mulheres que estavam lá na porta. Mulheres essas que expõem seus próprios filhos ao frio, à chuva, ao risco de serem atropelados na calçada da entrada do estacionamento. As mesmas mulheres que recusam propostas de emprego de faxina, as mesmas em que em uma batida do conselho tutelar, foram encontradas com um quarto cheio de pacotes de fraldas que eram revendidas! Filmei, fotografei, mandei para o prefeito regional, liguei para o 156, fiz denúncia, deixei minha família durante uma comemoração em casa, para tentar conscientizar pessoas do quão equivocadas elas são, tendo esse tipo de atitude. Por favor conversem com seus familiares, vizinhos, amigos, para não doarem nas ruas. Doem para entidades, lá eles têm poder para mudar a situação dessa população de rua, achar a dignidade perdida em cada um. Não se sinta culpado, você pode ajudar. Ajude quem está preparado a ajudar, ajude uma instituição confiável”, frisou Carla.

A idealizadora do Grupo Mães da Leopoldina, Ana Kika Lanari lembrou da importância da campanha “Só assim conseguiremos ajudá-las a ter dignidade”, frisou. A campanha tem o apoio do Conseg Leopoldina e associações Viva Leopoldina, Amocity, Assampalba e Jardim Humaitá.

Lista de Instituições

Entre as instituições filantrópicas da região que aceitam doações e fazem atendimento à população de rua estão a Paróquia Nossa Senhora de Lourdes (Rua Brentano, 437), Associação Viva Leopoldina (telefone: 3641-3322), Instituto Rogacionistaa (telefone: 3641-9251), Albergue Zancone (Avenida Imperatriz Leopoldina, 1335, telefone: 3832-2301) e Casa do Pequeno Cidadão (Rua Aliança Liberal, 84, telefone: 3644-3915). Denuncie exploração infantil pelo telefone 156 ou ainda por e-mail (redecras@prefeitura.sp.gov.br).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA