Jovens em ação socioeducativa cortam cabelo de albergados

0
186

Foto: Maria Isabel Coelho

Maria Isabel Coelho
Adolescentes de 15 a 19 anos cumprem atividade comunitária no Albergue Zancone

Jovens da unidade Leopoldina da Ages – Serviço de Medida Socioeducativa de Meio Aberto da Região da Lapa – deram novo visual a cerca de 20 usuários do Centro de Acolhida para Adultos Albergue Zancone, da Avenida Imperatriz Leopoldina, 1335, com o serviço de cabeleireiro, na terça-feira (5). Ao todo, sete adolescentes, entre 15 e 19 anos, cortaram cabelo, barba e bigode de moradores de rua, de forma gratuita, no albergue.

Segundo a gerente da unidade Leopoldina da Ages, Débora Juliani Magami, os jovens passaram pela oficina de cabeleireiro. “A proposta é que eles tenham essa participação nas atividades comunitárias e entendam que tem gente que depende da ação deles também. Essa é a segunda ação desses jovens. A primeira foi em julho no trailer (do Seas 4 – Serviço de Abordagem aos dependentes químicos em cena de uso). A ideia é que tenha mais propostas como esta para que eles participem”, disse a gerente da unidade Ages na Leopoldina.

Dos sete adolescentes, quatro já cumpriram as 30 horas do curso, receberam o certificado e estão prontos para exercer a profissão. “Pra mim significa um incentivo“, declarou G. C. de 18 anos que cumpre medida em oficina de cabeleireiro na Ages. “Já comecei a cortar o cabelo de amigos. Logo estarei com meu salão”, afirmou G.C.

Para a supervisora de Assistência Social da Região da Lapa, Cleide Leonel Amaro Mendes, o trabalho eleva a autoestima dos usuários do Centro de Acolhida Zancone e também dos jovens que prestam o serviço. “A ação beneficia tanto os jovens atendidos pela Ages que praticaram o que aprenderam e os usuários do albergue com o serviço de cabeleireiro”, conclui Cleide.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA