Assessora de Imprensa barra JG em visita ao PS Lapa

0
153

Foto: Maria Isabel Coelho

Maria Isabel Coelho
Representante da OAB Lapa e CPM quando foram impedidos de realizar visita ao PS em 15 de agosto de 2017

Após o representante da OAB-Lapa, Jairo Glikson, e o coordenador do Conselho Participativo Municipal da Lapa, Umberto de Campos Sarti serem impedidos de visitar o Pronto Socorro da Lapa no dia 15 de agosto, as reuniões do Conselho Gestor da unidade procuram amenizar o mal-estar causado pelo episódio e aproximar as entidades para fortalecer a luta por melhorias.

Na reunião do dia 13, o conselho do PS Lapa deliberou o agendamento para nova visita da OAB-Lapa e Coordenador do Conselho Participativo à unidade, com membros da coordenadoria e supervisão de Saúde Oeste, acompanhados pelo Jornal da Gente, que registrou quando eles foram barrados. A visita foi agendada para segunda-feira (25).

Quando o grupo (OAB-Lapa e conselheiros, mais o JG) se preparava para iniciar a caminhada pelo Pronto Socorro, no dia marcado, a assessora de imprensa da Coordenadoria de Saúde Oeste, Marizete, que nunca participou das reuniões do conselho, disse que a imprensa, ou seja, o Jornal da Gente, não poderia acompanhar a visita.

O que ela não sabia, mesmo sendo assessora de imprensa da Coordenadoria de Saúde, é que o jornal tinha sido convidado para a visita numa ação democrática dos conselheiros.
Os representantes da OAB – Lapa, Manoel Martins Gonzales, Ana Pacheco e Jairo Glikson, tentaram argumentar com a assessora que, mesmo diante dos e-mails enviados com cópia a todos os envolvidos, manteve o constrangimento. A visita aconteceu sem o JG.

Para o advogado Jairo Glikson, “a situação do  PS da Lapa é vergonhosa e encontra-se em estado calamitoso, envelhecido, desatualizado e necessitando de reformas urgentes”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA