Dever de quem?

0
43

A Constituição diz que a Segurança é um direito de todos, mas nunca nos perguntamos de quem ela é dever?

Se refletirmos um pouco pensaremos que ela é dever das forças policiais, em uma reflexão mais profunda ela é dever de todos nós, porque é feita também a partir das atitudes cotidianas.

Olhar em volta de nossa casa antes de encostar o carro e abrir o portão pode parecer um exagero, mas várias pessoas se safaram de situações de risco com esta simples medida. Conhecer seu vizinho, seus hábitos e horários pode ajudar a proporcionar mais segurança para a sua rua e consequentemente para você e seus familiares.

O crime existe desde que nos organizamos como sociedade e esta deve ser também a ferramenta para o fim dele.

A preocupação com a prevenção e a comunicação de situações de alerta às autoridades policiais e a aplicação de leis mais duras são o caminho para o sucesso nesta empreitada.
Mas será que fazemos a nossa parte? Ou quando avistamos uma situação de risco preferimos ficar à margem dela do que denunciar? Quando furtados não comunicamos a polícia por achar que não é importante ou não trará resultados positivos, e assim fomentamos a criminalidade deixando os malfeitores impunes e a polícia sem números reais das ocorrências.

Enquanto todos não fizermos parte da solução, continuaremos fazendo parte do problema.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA