Sesc Pompeia recebe atividades sobre alimentação saudável

0
428

Foto: Divulgação

Divulgação
PANC é a sigla para Plantas Alimentícias Não Convencionais, como a vinagreira, begônia, taioba, ora-pro-nóbis, dente-de-leão, araçá do campo, astromélia, malvavisco, e outras partes que geralmente são descartadas, como as folhas da batata-doce ou o mangará (coração) da bananeira

A partir deste mês, o Sesc Pompeia realiza debates e palestras gratuitas para estimular a alimentação saudável com o projeto “Comer é PANC”. PANC é a sigla para Plantas Alimentícias Não Convencionais. Os vegetais ganharam destaque nos últimos anos por oferecer nutrientes complementares na alimentação e como opção de diversificação das fontes de renda familiar. São exemplos de PANC a vinagreira, begônia, taioba, ora-pro-nóbis, dente-de-leão, araçá do campo, astromélia, malvavisco, e outras partes que geralmente são descartadas, como as folhas da batata-doce ou o mangará (coração) da bananeira.

Participam do evento chefs de cozinha, nutricionistas, biólogos, agrônomos, produtores e pesquisadores da área, como Bela Gil, Paola Carosella e o espanhol Diego Prado. A curadoria da programação é da nutricionista Neide Rigo, que mediará todos os encontros que vão até novembro.

Valdely Kinupp, criador da sigla em seu livro “Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) no Brasil – Guia de identificação, aspectos nutricionais e receitas ilustradas” (2014) inaugurou o evento nesta quarta-feira (4) com um bate-papo. No dia 11 de abril (quarta-feira), às 20h30, Michele Jacob apresenta o projeto Nutrir, uma proposta de horta urbana comunitária que privilegia as PANC da biodiversidade brasileira, com uma abordagem sustentável do sistema alimentar. Os interessados devem retirar os ingressos uma hora antes do evento, que será realizado na Comedoria do Sesc Pompeia, localizado na Rua Clélia, 93.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA