Terminal ganha intervenção de artista

0
423

Foto: Gerson Azevedo

Gerson Azevedo
Intervenção escolhida para a Lapa retrata bicho-preguiça

A Torre do Relógio da Praça Miguel Dell’Erba, em frente ao Terminal de Ônibus da Lapa, recebeu na segunda-feira (21) uma intervenção artística do português Artur Bordalo (Bordalo II), que é neto do pintor Real Bordalo e ex-aluno da Faculdade de Belas Artes de Lisboa.

A partir de materiais recicláveis, Bordalo criou uma instalação de um bicho-preguiça na torre. As obras tridimensionais de Bordalo chamam atenção para a problemática do consumismo exagerado e do desperdício. “Fiz aqui no Brasil três obras: um lobo-guará no Rio de Janeiro, esta e uma arara em Campinas. Não consegui ir ao Beco do Batman na Vila Madalena que muitos colegas artistas de rua recomendaram. Volto para Portugal amanhã (terça). Tenho um ajudante, João, e todo o material que reuni para esta preguiça aqui na Lapa foi conseguido pelo pessoal da Lapa. Já fiz obras em muitos outros países como Alemanha, EUA, Canadá, países da África, da mesma maneira”, explica Bordalo.

André Sturm, secretário municipal de Cultura, passou pela região para ver o artista durante a ação, junto com o cônsul-geral de Portugal, Paulo Lopes Lourenço. “O consulado de Portugal nos pediu opções de lugares onde o Bordalo II pudesse fazer a instalação. A Secretaria Municipal da Cultura ofereceu duas opções, uma no centro e esta daqui, na Lapa. O artista preferiu esta por ser vertical. É um trabalho bem interessante”, afirma o secretário.

Gerson Azevedo
André Sturm, secretário municipal de Cultura, e o cônsul-geral de Portugal, Paulo Lopes Lourenço

A obra foi acompanhada pela Prefeitura Regional da Lapa, que vem realizando diversas ações para ocupar os espaços públicos com arte e cultura. A instalação ficou pronta por volta das 21h, na própria segunda-feira. “Bordalo é internacionalmente reconhecido e seu trabalho passa um mensagem única de preservação e cuidado com o meio ambiente e os animais. É uma honra receber esta intervenção no território da Prefeitura Regional da Lapa”, declara o prefeito regional Carlos Fernandes.

(Bárbara Dantine com a colaboração de Gerson Azevedo).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA