Moradora disponibiliza livros para doação em sua casa

0
438

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Muro da casa de Silvia Benazzato com exemplares para retirada

A educadora aposentada Silvia Benazzato criou um modo de difundir a cultura em sua própria casa. A pedagoga de 56 anos, que parou de lecionar para cuidar da mãe, era dona de muitos livros em casa e não tinha coragem de jogá-los fora. Ela considerou doá-los para uma biblioteca pública, mas vendo que infelizmente a procura da população por esses espaços de leitura não é muito grande, decidiu colocar os exemplares no muro de sua casa com um bilhete para estimular os pedestres a pegar um exemplar e, após ler, “esquecê-lo” em algum outro lugar para que mais pessoas tenham acesso. “Eu achei que não ia dar certo, mas no mesmo dia todos os livros que coloquei foram embora. Fiquei super feliz”, diz.

Muitas pessoas que passaram pela sua rua, na Lapa, elogiaram a iniciativa. Uma vizinha, que vai se mudar, aproveitou para doar alguns exemplares para a empreitada de incentivo a leitura. “Eu amo dar aula. Parei porque precisei cuidar da minha mãe, mas você nunca deixa de ser professor. Então é um presente para mim mesma, pelo Dia dos Professores que está chegando (15 de outubro)”, afirma Silvia, que lecionou em diversas escolas da região, entre elas o Colégio Marcel Proust, que ficava na Rua Pio XI, onde também foi coordenadora. No breve tempo em que Silvia conversava com a redação do JG, os nove livros que estavam em seu muro foram adotados. Quem quiser mais informações ou tiver livros parar doar pode entrar em contato pelo e-mail silviamacedobe@yahoo.com.br.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA