Moradores querem acionar MP para investigar podas

0
440

Foto: Divulgação

Divulgação
Grupo de defesa das árvores questiona reposição de exemplar na Rua Coriolano, 1071

O mutirão de podas feito pela Enel no início do segundo semestre deste ano não foi esquecido por moradores que ficaram indignados com o serviço considerado drástico. Logo que as podas foram iniciadas, com galhos deixados nos locais, o que evidenciou a ação, foi criado um grupo no Facebook chamado “Luta pela preservação das árvores – Vila Romana e Região” onde moradores denunciaram as podas consideradas prejudiciais para os exemplares arbóreos. As publicações traziam exemplos na Vila Romana, Vila Ipojuca, Pompeia, Perdizes, Vila Leopoldina, Alto da Lapa, entre outros bairros.

O grupo elaborou um dossiê com cerca de 30 casos de árvores considerados mais graves e levou o documento em uma reunião do Cades (Conselho Regional de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz) da Lapa para cobrar os laudos técnicos que justificariam as podas do jeito que foram realizadas, além de um abaixo-assinado com mais de 600 assinaturas pedindo a suspensão dos serviços. Após receber o documento, a Subprefeitura Lapa apresentou os laudos das podas indicadas, mas o grupo questiona alguns casos, como o de três árvores na Rua Catão, cujo laudo foi emitido no dia 18 de outubro e a poda realizada no dia 3 do mesmo mês. Atualmente o dossiê reúne 58 casos documentados de podas drásticas e o abaixo-assinado 1.200 assinaturas.

Apesar do volume ter diminuído, ainda é possível encontrar grandes podas em andamento na região, uma delas realizada na terça-feira (26), na Rua Coriolano, na altura do número 271, em frente a um novo empreendimento. Com isso, moradores se organizam para levar a documentação ao Ministério Público para analisar os laudos apresentados, revisar a necessidade das supressões realizadas e impedir que novas remoções sejam feitas, além de cobrar um plano de replantio compensatório. O grupo irá se reunir na próxima quarta-feira (4), às 19h30, no Sesc Pompeia. Quem quiser participar ou tiver casos de podas para acrescentar ao documento pode entrar em contato pelo e-mail juntospelasarvores@gmail.com ou pelo grupo no Facebook, que foi renomeado para “Juntos pelas Árvores – Sub Lapa”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA