Moradores e entidades se unem para ajudar comunidades

0
551

Foto: Divulgação

Divulgação
Doações recolhidas pela AVL

A forte chuva também teve grande impacto nas comunidades do entorno da Ceagesp. Segundo o líder comunitário Carlos Alexandre Beraldo, o Xandão, 270 famílias perderam tudo, entre móveis, eletrônicos e eletrodomésticos. Para auxiliá-los, diversos grupos e entidades da região se mobilizaram para arrecadar doações variadas. “Estamos nos organizando, já conseguimos 578 colchões e a Prefeitura veio e fez o cadastro das pessoas para receberem o kit de emergência”, afirma Xandão.

A Igreja Batista Palavra Viva é uma das entidades que está buscando doações para as comunidades da Linha e do Nove, depois de ter tido que cuidar da sua própria casa que também foi invadida pela água. “Estamos trabalhando todo dia das 8h à meia-noite para organizar a igreja e voltar às atividades. Perdemos boa parte do mobiliário, todos os móveis que eram de madeira e o carpete. Temos duas mil cadeiras que enviamos para fazer higienização. A Paróquia Nossa Senhora de Lourdes nos emprestou cadeiras para realizarmos a programação do fim de semana. Em paralelo, estamos ajudando a destinar as doações para as comunidades da Linha e do Nove. Estamos organizando para ver as necessidades pontuais e maiores. Conseguimos 50 colchões de casal. A Prefeitura entregou colchões lá no centro comunitário, mas eram de solteiro, e tínhamos essa demanda. O Ateliê Acaia também está fazendo um belo trabalho, levando alimentos como leite e pão todos os dias para as comunidades”, explica o pastor Daniel Beltrão.

Doações de roupas, calçados, cobertores, alimentos não perecíveis, água potável, colchonetes, colchões e mobília também podem ser feitas em pontos físicos como as lojas Studio Pop (Rua Schilling, 413 e 444, Rua Roma 601), Ateliê Acaia (Rua Doutor Avelino Chaves, 80), Paróquia Nossa Senhora de Lourdes (Rua Brentano, 437) e Igreja Batista Palavra Viva (Avenida Mofarrej, 1024).

A Associação Viva Leopoldina (AVL) divulgou em suas mídias sociais que está arrecadando doações para as comunidades e que irá passar com um caminhão na segunda-feira (17) pelas ruas do bairro para recolher os itens nos condomínios. Quem puder doar deve entrar em contato através da página da AVL no Facebook (www.facebook.com/vivaleopoldina/).

Já o CIESP Distrital Oeste está com uma campanha para auxiliar a Associação Nossa Turma, entidade localizada dentro da Ceagesp que atende crianças e adolescentes das comunidades, bem como o município de Pirapora de Bom Jesus que também foi fortemente atingido com a chuva. Serão recolhidos e encaminhados itens como alimentos, água, produtos de limpeza e higiene pessoal, fraldas, roupas, calçados, roupa de cama, colchões, cobertores e utensílios de cozinha. As doações podem ser levadas à sede do CIESP Distrital Oeste, na Rua Pio XI, 500, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA