Ruas da Lapa recebem pulverização para combater coronavírus

0
67

Foto: Samuel Barcellos

Samuel Barcellos
Tratores e trabalhadores a pé percorreram vias de grande movimento na região

Oito tratores e três caminhões-pipa saíram da Subprefeitura Lapa na quarta-feira (20) pela manhã para realizar a desinfecção das ruas, calçadas, paredes, grades e corrimãos da região e reduzir a contaminação do coronavírus.

A ação, que também contou com 25 trabalhadores com bombas pulverizadoras costais que percorreram as ruas a pé, foi realizada pela Farma Conde, com articulação do vereador Paulo Frange.

A solução utilizada para a limpeza das ruas é composta de hipoclorito de sódio com concentração de 400 ppm (partes por milhão). A substância garante a higienização das ruas e não é prejudicial para animais e humanos. “Essa parceria vem somar às outras que estão acontecendo entre entes privados e públicos. A Sabesp trouxe a água, a Farma Conde os veículos, funcionários e produtos e a subprefeitura a logística para levar essa pulverização e contribuir para a redução da pandemia”, afirmou o subprefeito da Lapa Leo Santos.

Os veículos passaram por vias de grande movimento como a Heitor Penteado, Pompeia, Marquês de São Vicente, Antártica, Sumaré, Paulo VI, Auro Soares de Moura Andrade, Francisco Matarazzo, Pio XI, John Harrison, Barão de Jundiaí, Aurélia e a própria Guaicurus, entre outras. “A Lapa tem uma área muito extensa e precisamos tratar os espaços urbanos com qualidade assim como a Farma Conde tem feito, com um produto atóxico com alta capacidade de desinfecção. Vamos limpar locais com maior densidade de pessoas, como terminais de ônibus, sem custo para a Prefeitura. Essa parceria com a iniciativa privada é o que há de melhor neste momento”, disse Paulo Frange.

Mário Muniz, presidente da Farma Conde, também esteve presente na ação, que começou em cidades do interior. “A gente iniciou essa ação em São José dos Campos, onde fica a nossa sede. Vendo esse momento tão difícil e de muita dor para a população, o nosso grupo quis fazer algo para beneficiar e ajudar as pessoas. Adquirimos os tratores e a iniciativa foi crescendo com outras prefeituras que pediram a ação. Hoje temos 12 tratores e quase 50 pessoas com equipamentos costais. Tentamos atender o mais rápido possível todos os lugares onde somos chamados. Aqui em São Paulo começamos em Itaquera a pedido do time do Corinthians e depois outras subprefeituras pediram também”, explica Muniz.

Antes da Lapa, os tratores passaram pela Freguesia do Ó e Pirituba, e depois por Perus.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA