Escola recebe primeiro centro de inovação do Estado

0
234

Foto: Bárbara Dantine

Bárbara Dantine
Débora Garofalo, Rodrigo Garcia e Rossieli Soares visitam salas do CIEBP

A Escola Estadual Professora Zuleika de Barros Martins Ferreira, na Rua Padre Chico, é a sede do primeiro Centro de Inovação da Educação Básica Paulista (CIEBP). A estrutura instalada no primeiro andar foi equipada para a realização de trabalhos de cultura maker, robótica, modelagem 3D, entre outras atividades práticas ligadas à tecnologia, e atenderá além dos alunos da escola, estudantes de toda a rede estadual.

A inauguração aconteceu na quarta-feira (18) com presença do vice-governador Rodrigo Garcia, do secretário estadual da Educação Rossieli Soares e Vahan Agopyan, reitor da USP que também é ex-aluno da escola da Pompeia. O governo pretende inaugurar 15 centros de inovação em todo o Estado até 2022. “Aqui teremos alunos fazendo protótipos, utilizando impressoras 3D e o que há de melhor na área da tecnologia. Temos talentos, precisamos levar inovação. Eu acredito na escola pública e é daqui que saem novos reitores, secretários e profissionais de todas as áreas”, afirmou Rossieli Soares.

Vahan Agopyan falou da importância de fortalecer o ensino público como um todo. “Sinto muita emoção em retornar aqui. Temos esse desafio do aprimoramento da educação básica. No ano que vem teremos 50% das vagas da USP reservadas para alunos das escolas públicas. Sabemos que reservar vagas é um paliativo, mas precisamos reforçar e fortalecer o ensino público como um todo”, disse.

O CIEBP conta com seis salas para atividades com uso de computadores, programação robótica, jogos digitais, pesquisa e ideação de projetos. Também abriga um pequeno estúdio do Centro de Mídias de São Paulo para gravação e locução, sala maker de criatividade visual, prototipagem, fabricação digital e será coordenado por Débora Garofalo. “O CIEBP é uma importante ferramenta de inovação para a rede estadual de São Paulo, por permitir que no espaço de aula ou contraturno, os estudantes e professores possam potencializar os seus projetos e experimentar novas modalidades e ferramentas de inovação”, explica Débora, que no ano passado foi considerada uma das dez melhores professoras do mundo, no Global Teacher Prize.

A estrutura conta com 9 professores dedicados, com previsão de ter 27 futuramente, e durante a pandemia receberá até 4 mil alunos por mês. Com o fim do isolamento social, a unidade poderá receber de forma escalonada, no contraturno do ensino regular, até 1200 alunos por dia. Segundo o vice-governador Rodrigo Garcia, o investimento para a criação do CIEBP e reforma da escola foi de R$ 600 mil do tesouro mais R$ 1 milhão de parceiros e investidores, entre eles Microsoft Games, Faz Educação e Tecnologia & Apple, Instituto Palavra Aberta, Fundação Vanzolini, Big Brain Education, Grupo Mais Unidos, Ramadam Engenharia e Empreendimentos, FP Projetos e Empreendimentos, Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa, Microbit e Instituto Telefônica Vivo.

Ao final, na coletiva de imprensa, Rossieli Soares afirmou que a previsão para a volta das aulas em 2021 será no dia 1º de fevereiro, de acordo como os boletins da saúde e situação da pandemia no Estado.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA