Caio Luz & Lapa

0
218

“Foram os sonhos que fizeram os
trilhos que me trouxeram pra cá!”
(Trecho da música ‘Sobre Trilhos’, de Clemente & A Fantástica Banda Sem Nome).

No vocabulário da ferrovia, alma é a parte vertical do trilho que liga o boleto ao patim; no dicionário, ‘essência’ e ‘afeto’ estão entre as definições mais recorrentes para essa nobre palavra.

Ao me reencontrar com a Lapa, dessa vez subprefeito, revisito minha essência, forjada em compromisso e trabalho, com grande relevância do Centro de Formação Profissional Ferroviário, na Vila Anastácio, onde me formei; e reforço meu afeto por uma região que transpôs a barreira da geografia para virar história em minha vida e gravar seu nome na certidão do meu casamento e na certidão de nascimento do meu filho. Reconheço, em suma, a minha trajetória, na beleza da complexidade e na diversidade desse território e seus seis distritos, que inspiram nostalgia e expiram modernidade.

Com o dever do ofício de cuidar bem da cidade e com o exemplo de superação e empenho que o prefeito Bruno Covas nos passa todos os dias, abraço esse novo desafio com empolgação e energia, aberto ao diálogo permanente, com redes sociais ativas e portas do gabinete sempre abertas, ávido por uma boa gestão.

A Lapa é de todos nós!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA