Linhas da CPTM na região são concedidas à iniciativa privada

0
212

Foto: Arquivo JG

Arquivo JG
Estação Lapa da Linha 8-Diamante da CPTM

Na terça-feira (20) foi realizado o leilão de concessão das linhas 8-Diamante, a qual pertence as estações Lapa e Imperatriz Leopoldina, e 9-Esmeralda, das estações Ceasa e Villa-Lobos – Jaguaré, da CPTM para a iniciativa privada pelo prazo de 30 anos. O Consórcio ViaMobilidade Linhas 8 e 9, formado pelo Grupo CCR e Ruas Investimento e Participações S/A, venceu os outros três concorrentes com uma oferta de R$ 980 milhões pela outorga fixa, o que representa ágio de 202% sobre o valor mínimo estipulado pelo Estado. “Nosso governo é um governo liberal que acredita no setor privado”, afirmou o governador João Doria no evento realizado na B3 (Bolsa de Valores do Brasil).

A nova concessionária será responsável pela operação, conservação, manutenção, modernização das instalações existentes, construção de novas estações e aquisição de novos trens das duas linhas. Juntas, as linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda transportam mais de 1 milhão de pessoas diariamente, de acordo com a demanda anterior à pandemia. Pelo contrato, a concessionária terá que investir R$ 3,2 bilhões para a reforma de 30 estações, ampliação de seis (Pinheiros, Antônio João, General Miguel Costa, Osasco, Jardim Silveira e Imperatriz Leopoldina), construção de um novo terminal e aquisição de 34 trens novos.

Para operar as duas linhas, a concessionária vai precisar implementar um Centro de Controle Operacional (CCO) próprio, uma vez que as duas linhas atualmente são controladas pelo CCO da CPTM no Brás.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA