Entidades pedem alternativa ao uso do Pelezão para acolhimento

0
501

Foto: Reprodução

Reprodução
Associações de moradores se reúnem com a subprefeita Fernanda Galdino

Na terça-feira (17) representantes da Associação dos Moradores da City Lapa Canto Noroeste (Amocity), Associação Viva Leopoldina (AVL) e Associação de Amigos e Moradores pela Preservação do Alto da Lapa e Bela Aliança (Assampalba), acompanhados de moradores e comerciantes dos bairros, estiveram na Subprefeitura Lapa para discutir as estratégias da Operação Baixas Temperaturas na região.

O grupo afirma que o acolhimento de pessoas em situação de rua é uma questão humanitária que precisa ser endereçada durante o ano todo e não somente no inverno. Apontaram ainda a possibilidade de uso de equipamentos ociosos, citando o CDC da Rua Sepetiba como exemplo para o acolhimento emergencial de pessoas ao invés do Pelezão que deveria permanecer aberto à comunidade. Em 2021, o clube do Alto da Lapa disponibilizou 140 vagas de acolhimento para a Operação Baixas Temperaturas. Um abaixo-assinado na plataforma change.org que cobra mais cuidados com o Pelezão já conta com mais de cinco mil assinaturas. Fechado desde 2015, o CDC (Clube da Comunidade) da Rua Sepetiba tem a previsão de dar lugar à UBS da Vila Ipojuca, que atualmente funciona em um imóvel da Vila Romana.

Questionada, a Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) informa que não está descartada a utilização do Centro Esportivo Edson Arantes do Nascimento (Pelezão) como serviço de acolhimento para o período da Operação Baixas Temperaturas (OBT).

A OBT teve início no último dia 30 de abril, com previsão para término em 30 de setembro. Até o momento dois clubes estão em funcionamento para a OBT, nos bairros da Mooca e Tietê, Zona Leste e Norte respectivamente, que totalizam 185 vagas. Além disso, nas próximas semanas estão previstas as aberturas de mais três serviços de acolhimento nos Centros Esportivos Santana, na Zona Norte, Barra Funda, na Zona Oeste e Vila Independência, na Zona Leste.

A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME) informa que as atividades esportivas e de lazer, nestes Centros Esportivos que receberão os centros de acolhida emergenciais, funcionarão normalmente à população.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA