Padre Adalton deixa Paróquia Nossa Senhora da Lapa

0
552

Foto: Divulgação

Divulgação
Padre Adalton é figura querida da comunidade

Há mais de 40 anos atuando como vigário e, depois, como pároco na Paróquia Nossa Senhora da Lapa, o padre Adalton Pereira de Castro rezará a última missa para os lapeanos no sábado, 3, às 15 horas. Depois disso, passará a atuar na Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, na Vila Leopoldina, onde auxiliará o padre Flávio Heliton da Silva, que recentemente assumiu como pároco local.

A apresentação do padre Adalton como o novo vigário paroquial na igreja Nossa Senhora de Lourdes será no domingo, 4, na missa das 8 horas, com a presença esperada do cardeal arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer. No lugar de Adalton, assumirá como pároco da Nossa Senhora da Lapa o padre Marcos Roberto Pires, vindo da Paróquia Santíssima Trindade, no Butantã.

“A mudança ocorreu a meu pedido”, afirma o padre Adalton. “Além do trabalho na Leopoldina, ficarei à disposição de todas as igrejas da região da Lapa quando precisarem de mim”, explica. “Minha ligação com os lapeanos é muito forte, por isso não estou me afastando, apenas mudando de função”.
A relação do padre Adalton com a comunidade da Lapa sempre foi muito estreita. Além de rezar missas, o pároco atua – como ele mesmo gosta de dizer – como ‘guia’ e ‘ouvinte’, aconselhando quem vem lhe pedir ajuda. “Nos dias de hoje, com as redes sociais, as pessoas não conversam cara a cara, ficam só no celular. Por isso, muitas vezes sentem falta de alguém com quem possam falar mais abertamente”, ressalta.

Nascido em Paraguaçu Paulista, no Interior de São Paulo, no ano passado o pároco comemorou com os lapeanos seus 50 anos de ordenação. “Com exceção do período de sete anos que passei ministrando em Assis, no Interior paulista, todo meu trabalho foi aqui com a comunidade da Lapa e eu sou muito grato a isso e a todo carinho que recebi aqui”, lembra.

Já o padre Marcos, novo responsável pela Paróquia Nossa Senhora da Lapa, é conhecido por ser uma figura carismática e midiática. Por sua semelhança física com o cantor Elvis Presley, o pároco ganhou o apelido de “Padre Elvis”. Nascido na capital paulista em agosto de 1969, foi ordenado em setembro de 2007. Permaneceu como vigário na paróquia Nossa Senhora de Fátima, na Vila Leopoldina, até março de 2010, quando foi transferido para a Paróquia Santíssima Trindade. Como integrante do grupo Canção Nova, o padre Marcos é conhecido por suas interpretações musicais e mensagens no Instagram e Facebook. Suas missas costumam reunir um grande número de fiéis e ele tem milhares de seguidores nas redes sociais.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA