Ponto de ônibus mais antigo da cidade, na Vila Ipojuca, é atingido por carro

0
217

Foto: Divulgação

Divulgação
Abrigo é feito de ferro e sustentado por seis colunas

No último final de semana, um carro que trafegava próximo à Praça Coronel Cipriano de Morais, na Vila Ipojuca, se acidentou, atingindo o ponto de ônibus existente no local. Esse fato não viraria notícia se o ponto de ônibus em questão não fosse o mais antigo em operação existente na cidade.

Considerado patrimônio histórico pelos moradores da Ipojuca, o ponto foi construído na década de 1960, tendo sobrevivido às várias alterações de layout feitas pela Prefeitura nas paradas de coletivos desde então. Bem diferente dos atuais, a construção tem o teto abaulado, sustentado por seis colunas em “V”.  A estrutura escapou das demolições dos anos 70, que puseram fim a esse tipo de ponto, e da troca por unidades mais modernas, iniciada em 2014.

De acordo com o blog “São Paulo Antiga”, do jornalista Douglas Nascimento, “esses pontos de ônibus com abrigos de ferro eram muito comuns especialmente em praças e grandes locais abertos, como no Vale do Anhangabaú”. Em seu interior, em uma das laterais, é possível observar uma placa da CMTC atestando a data de construção do abrigo. Em texto publicado no blog em 2013, Nascimento conta, ainda, que o antigo ponto tinha, no teto, “um papel de parede decorativo, que dava a impressão de se estar em uma capela antiga”.

No início de 2015, a Prefeitura providenciou a recuperação do ponto de ônibus, realizando um trabalho de pintura que o deixou igual a quando esses pontos estavam em plena utilização em toda a cidade. Mais recentemente, em maio de 2021 – já no governo do prefeito Ricardo Nunes -, o local passou novamente por benfeitoria, tendo sido revitalizado, assim como a escadaria ao lado, que liga a Rua Camburiú à Avenida Ricardo Medina Filho.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA