ENTREVISTA

0
530
Divulgação

Maria Aparecida Farago Magrini, supervisora de Cultura da Coordenadoria de Governo Local da Subprefeitura Lapa

 

A nova supervisora de Cultura da Subprefeitura Lapa, Maria Aparecida Magrini, mestranda em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Mackenzie, fala ao Jornal da Gente sobre de que forma a pasta está contribuindo para a promoção cultural na região:

 

Portaria sobre eventos de rua

 

“A pasta da Cultura na Subprefeitura da Lapa engloba duas frentes de trabalho.

 A primeira atua no uso de espaços públicos municipais para realização de eventos temporários que tenham como previsão a participação de público inferior a 250 pessoas. A recente Portaria da Subprefeitura da Lapa – SUB-LA nº 01, de 04 de janeiro de 2024, padronizou os procedimentos de solicitação e autorização para o uso de espaços públicos para eventos. Essa Portaria dispõe que, além dos documentos necessários para a solicitação, será realizada a análise do local do evento para averiguar adequação urbanística e logística, cumprimento das regras de comercialização de alimentos e emissão de ruídos, dentre outros itens. Com isso, visamos, especialmente, garantir a segurança de participantes e moradores do local do evento e adjacências. A Subprefeitura da Lapa abrange vários distritos com histórica tradição cultural e grande demanda por realização de eventos de rua, daí a necessidade de envolver vários órgãos (CET, Corpo de Bombeiros, etc.) na análise e autorização do procedimento administrativo. A Portaria, inicialmente citada traz garantia de tratamento isonômico para os solicitantes e transparência nos procedimentos administrativos.

 

Datas festivas e eventos para crianças e adultos

 

“A segunda frente de trabalho, além de promover a cultura local em datas festivas e realizar palestras sobre temas específicos e de interesse da população, oferece cursos pontuais que ajudam na capacitação e qualificação profissional dos interessados, como por exemplo, curso de manicure e pedicure, jardinagem, desenvolvimento de negócios e palestras vocacionais variadas. Para o público infantil temos várias propostas de promoção cultural e entretenimento que, a depender da verba disponível, serão implantados ao longo do ano, ressalvando as limitações legais por ser ano eleitoral. Para viabilizar um maior número de eventos culturais, as parcerias com o setor privado são sempre bem-vindas, ressaltando que o mais importante é poder oferecer para a população local o melhor serviço possível por parte do poder público.”

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA