Estádio do Clube Nacional será tombado

0
680

Foto:

Airton Franco Santiago

RENATA DE GRANDE REPÓRTER

Um monumento do futebol paulista será preservado. O Estádio Nicolau Alayon, que pertence ao Nacional Atlético Clube, na Lapa de Baixo, poderá ser tombado. O pedido ao Departamento de Patrimônio Histórico do Município de São Paulo (DPH) foi feito em março pelo vereador Juscelino Gadelha, líder do PSDB na Câmara Municipal de São Paulo.
Fundado em 1919 pelos ingleses que construíram e trabalharam na Companhia São Paulo Railway (SPR), o estádio do Nacional se consagrou como patrimônio cultural e esportivo da cidade. No início do século 20, os fundadores da ferrovia Santos-Jundiaí jogavam futebol no local para lembrar do esporte inventado na Inglaterra.
O objetivo de Gadelha é evitar que esse monumento ligado à história do município seja transformado no futuro em grandes galpões, estacionamentos, shoppings ou hipermercados por causa da mudança do uso e ocupação de solo e as transformações do perfil econômico de São Paulo – que passou de industrial para uma cidade de serviços e comércio.

Precauções

Para o presidente do clube, Airton Franco Santiago, a proposta de tombamento deve ser avaliada com precauções. “A princípio não sou contra, mas gostaria de conhecer o projeto a fundo para poder avaliar ”, declarou Santiago.
O clube já revelou craques como os jogadores Dodô que jogou no São Paulo e Santos, Paulo César, que está disputando o Campeonato Paulista pelo Santos, e Deco, que se naturalizou espanhol e defende as cores do Barcelona.
Outro estádio que foi contemplado pelo pedido é o campo do Clube Atlético Juventus, que fica na Rua Javari, no bairro da Moóca.

COMPARTILHE
Próximo artigoPRESTIGIO

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA