Sesi abre portas para o teatro profissional

0
197

RENATA DE GRANDE REPÓRTER

O Sesi Vila Leopoldina recebe pela primeira vez em seu teatro popular uma companhia profissional. O espetáculo “Veneno do Teatro”, texto de Rodolf Sirera e direção de Hugo Coelho, ficará em cartaz gratuitamente até 6 de fevereiro de 2005.
A iniciativa do Sesi, segundo sua diretora, Leni Arlete Bertolla, é levar a arte de qualidade para a comunidade no entorno da instituição. “É com grande emoção que depois de anos, conseguimos trazer para as nossas dependências uma peça inteligente, com artistas profissionais e gabaritados. Esse acesso ao teatro para a população se deve pelo esforço conjunto de todos”, comemora a diretora.
Para o diretor Hugo Coelho, a parceria com o Sesi foi fundamental para a realização do espetáculo. “O Sesi nos acolheu de forma muito calorosa. Acabamos nos tornando os pioneiros do teatro aqui na unidade de Vila Leopoldina. E a nossa idéia é apresentar um trabalho de qualidade para toda a comunidade”, afirma o diretor.
A peça “O Veneno do Teatro” se passa na Paris pré-revolucionária, em 1784. Um marquês convida um ator para representar um texto de sua autoria, “A Morte de Sócrates”. Sem que o ator saiba, o marquês envenena sua bebida e lhe propõe um jogo cruel: se conseguir uma interpretação única e verdadeira do texto, suficiente para romper os limites da realidade e da ficção, o ator receberá o antídoto, que evitará sua morte. O espetáculo traça uma linha muito tênue entre a ficção e realidade, entre o real e abstrato. Vale a pena conferir.

G Veneno do Teatro. Teatro Popular do Sesi Vila Leopoldina. Até 6 de fevereiro de 2005. Grátis. Rua Carlos Weber, 835. De quinta-feira a sábado às 20h30, domingo às 19h. Telefone 3832-1066.

COMPARTILHE
Próximo artigoPRESTIGIO

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA