Café e política

0
3151

A cada eleição renasce o debate sobre a necessidade de eleger um vereador da região da Lapa. Este ano, um grupo de lideranças e empresários está com o movimento Acorda Lapa. O objetivo é eleger uma representante local, no caso a pré-candidata Luiza Eluf (PSD), para a Câmara Municipal.

O debate é antigo. O mais interessante é que existem vereadores eleitos em outros pleitos com raízes na região. É o caso do vereador e cardiologista Paulo Frange (PTB) da região da Pompeia, e também da ex-vereadora e ex-subprefeita da Lapa Soninha Francine (PPS), ambos pré-candidatos. Até este domingo acontecem várias convenções municipais que definirão seus candidatos às eleições de outubro.

O Jornal da Gente tem a missão de informar e criar pontes para a comunidade. De um tempo para cá, o JG tem aberto diálogo com um maior número de representantes do legislativo municipal. O objetivo é buscar candidatos com propostas para a região em importantes áreas como saúde, educação, moradia, infraestrutura, entre outras.

Tem dado certo. Os contatos iniciados no passado criaram laços com a comunidade como é o caso do vereador Eliseu Gabriel (PSB), José Police Neto (PSD), o próprio Paulo Frange, Gilberto Natalini (PV), Andrea Matarazzo (PSD) e Claudinho de Souza (PSDB). Outros que participaram dos encontros, tanto nos Cafés na Redação ou Café com Política, já passaram para esfera estadual e federal. É o caso, por exemplo, do coronel Telhada (PSDB) e coronel Camilo (PSD) que hoje estão na Assembleia Legislativa e da deputada federal Mara Gabrilli (PSDB).

O Jornal da Gente continua sua missão de aproximar cada vez mais a comunidade desse debate para uma escolha consciente dos representantes ao legislativo municipal.
Com a aproximação das eleições, os cafés começaram. Na semana passada Adriana Ramalho visitou a redação. Ela disputa a eleição pela primeira vez. Adriana segue os passos do pai, o deputado Ramalho da Construção. Essa semana foi a vez do veterano vereador Gilberto Natalini (PV) e do ex-deputado estadual do PT e pré-candidato a Câmara Municipal, Luiz Claudio Marcolino, visitarem a redação.

A partir desse domingo começam as convenções destinadas a deliberar sobre coligações e escolher candidatos a prefeito, a vice-prefeito e a vereador. Até dois de outubro, dia do primeiro turno das eleições, muitos almoços, cafés e debates sobre política acontecerão.

A discussão é necessária para construir pontes cada vez mais sólidas que possibilitem uma travessia segura da comunidade para o futuro. Se conseguirmos eleger também candidatos locais que ajudem nesta construção, é de se esperar que seja melhor ainda.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA