Teatro Garagem apresenta “Navalha na Carne”

0
2022

Foto: Divulgação / Gal Oppido

Divulgação / Gal Oppido
Navalha na Carne foi encenado pela primeira vez em 1976, com interpretações de Walmor Chagas e Cacilda Becker

Com adaptações para o cinema, teatro e linguagem gráfica, o texto “Navalha na Carne” de Plínio Marcos é considerado um clássico do teatro brasileiro. A trama mostra os conflitos da prostituta Neusa Sueli, interpretada por Anette Naiman, do cafetão Vado e do homossexual Veludo, interpretados pelos atores Gustavo Canovas e Maurício Bittencourt, respectivamente.

A trama começa quando Vado se dá conta de que o dinheiro do programa de Neusa Sueli não foi repassado a ele. A suspeita do roubo cai sobre Veludo que faz a faxina da pensão. A partir daí o público assiste de perto ao embate entre a prostituta, o cafetão e o homossexual.

O diretor da montagem, Marcos Loureiro, optou por um espetáculo mais limpo, sem excessos, onde o foco é o ator e sua relação com a plateia, de forma a envolver o público no confinamento do pequeno quarto em que se passa a história. Para manter a atmosfera intimista cada sessão poderá ter 25 espectadores. Loureiro acrescenta que o visual dos figurinos será em um estilo mais contemporâneo, sem os velhos clichês da prostituta e do cafetão.

A peça será encenada no Teatro Garagem, que como o próprio nome já diz, ocupa a garagem da casa da atriz Anette Naiman, na Vila Romana. Aberto há doze anos, o espaço foi ampliado com a aquisição da casa vizinha e se transformou em um Instituto Cultural que recebe peças teatrais, projetos de dança, música, cinema, artes plásticas, fotografia e diversas performances artísticas. As apresentações serão nas quartas e quintas-feiras, às 21h. A entrada custa R$ 40 (inteira) e a peça fica em cartaz até o dia 17 de novembro. O teatro Garagem fica na Rua Silveira Rodrigues, 331a.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA