Projeto de descarte de eletroeletrônicos é prorrogado

0
2096

Foto: Maria Isabel Coelho

Maria Isabel Coelho
Projeto em parceria com o Japão quer sensibilizar sobre o descarte de eletroeletrônicos

O projeto inédito de logística reversa de resíduos elétricos e eletrônicos (REEE) “descarte ON” foi prorrogado até 31 de dezembro de 2016 no bairro da Lapa. Resultado de parceria entre os governos do Japão e do Brasil, o projeto conta com a participação de varejistas, associações e empresas de reciclagem.

O objetivo do projeto é sensibilizar o cidadão sobre a importância do descarte correto e da Logística Reversa do REEE, evitando prejuízos ao meio ambiente e à saúde, e utilizar os dados e informações obtidos para a execução do projeto-piloto na criação do futuro sistema de reciclagem de REEE no Brasil, desde a coleta e o transporte, até a reciclagem e a destinação correta do resíduo. O projeto disponibiliza uma pesquisa no site do “descarte ON”, para avaliar o nível de conhecimento sobre logística reversa de eletroeletrônicos e responsabilidade compartilhada na reciclagem de resíduos.

Os resíduos eletroeletrônicos envolvidos no projeto são os de pequeno e médio porte, como eletrodomésticos em geral, liquidificadores, espremedores, ferros de passar, aparelhos de áudio e vídeo, câmeras fotográficas e filmadoras, além de computadores, laptops e celulares; e os de grande porte, como TVs e linha branca (geladeiras, fogões, máquinas de lavar e secadora de roupas, e aparelhos de ar-condicionado). Não estão incluídos itens como baterias, pilhas secas, lâmpadas fluorescentes e tonners de impressora.

Coleta – Há dois tipos de coleta: um para itens de pequeno e médio porte e outro para os de grande porte. Na Coleta nas Lojas, o próprio consumidor poderá depositar em caixas de coleta especiais e devidamente identificadas no interior dos estabelecimentos participantes na região da Lapa.

A “Coleta na sua Casa” é voltada a itens de grande porte (TV, geladeira, máquina de lavar e secadora de roupas, fogão e aparelho de ar condicionado). Ao comprar qualquer um dos cinco tipos de eletroeletrônicos como TVs, geladeiras/freezers, fogões, máquinas de lavar/secadoras e aparelhos de ar-condicionado nas lojas participantes, se o consumidor quiser descartar o aparelho antigo, poderá solicitar a coleta em domicílio pelo valor simbólico de R$ 10 por unidade, restrita ao tipo e quantidade de equipamentos comprados, ou seja, o cliente que adquirir uma geladeira poderá descartar uma geladeira, e assim por diante.

O valor irá cobrir parte do custo de transporte para a coleta, que vai abranger apenas o município de São Paulo. Demais custos serão cobertos pela JICA (Japan International Cooperation Agency) – órgão do governo Japonês. O período de coleta é diferente em cada loja. O consumidor deve confirmar nas lojas participantes o prazo de coleta. O ideal é que o agendamento seja feito o quanto antes. O mapa das lojas participantes está disponível no site do descarte ON.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA